Open Nav Logo Mais Retorno

Pump and Dump

O que é o pump and dump?

O pump and dump é um golpe aplicado no mercado financeiro, segundo o qual investidores supervalorizam o preço de ativos (títulos, ações e afins) divulgando informações equivocadas sobre as companhias.

O interesse, nesse caso, é gerar uma empolgação em outras pessoas, de modo que elas comprem as ações e permitam aos golpistas vender as suas cotas a valores acima do que elas verdadeiramente valem.

O pump and dump é considerada uma prática ilegal e pode (como é de se esperar) render processos judiciais aos seus autores. Afinal, ludibriar investidores e manipular o mercado financeiro gera prejuízo não apenas a quem aplicou naquela ação, mas ao sistema em si.

Sabe-se que os principais ativos-alvo do pump and dump são as penny stocks e as criptomoedas, por conta de suas características intrínsecas, como a alta volatilidade e a regulamentação ainda prematura.


Como o pump funciona?

O pump and dump é, como o seu próprio nome indica, um esquema realizado em duas etapas. O primeiro deles é o pump, termo em Inglês para o que chamamos de inflar.

Ele recebe esse nome porque é nesse momento que os golpistas transformam um ativo de baixo valor em objeto de lucro.

No pump é utilizada uma estratégia muito conhecida pelo comércio brasileiro. Isso mesmo! Para entender, é preciso lembrar da propaganda realizada por supermercados, por exemplo.

Quem nunca ouviu as famosas propagandas de carro de som, anunciando uma superpromoção e te alertando para se apressar na ida ao estabelecimento, pois ela já está “bombando” e o estoque vai acabar logo?

Pior ainda… Quem nunca chegou ao mercado e o encontrou completamente vazio, sem o menor alvoroço sequer? Na verdade, mais parecia um dia normal.

Bom, o que quem pratica o pump faz é exatamente isso. Criando alarde em relação ao ativo (se não em carros de som, pelos fóruns da internet), despertam no investidor a sensação de urgência.

Ainda seguindo o exemplo dos supermercados, o comprador ficaria tão comovido com a ideia de perder essa oferta (que no caso é a oportunidade de comprar um ativo que promete se valorizar muito) que ele faz a compra antes mesmo de ir ao mercado. Ou seja, antes de poder verificar com os próprios olhos se aquela informação disseminada é realmente verdadeira.

E aí que a segunda fase do golpe entra em ação.

Como o dump funciona?

O dump pode ser literalmente traduzido como largar.

E não teria nome mais didático para explicar o que acontece.

Neste momento, os autores do golpe vendem as suas ações (aproveitando o crescimento da demanda) e lucram com a diferença entre o valor de compra e o valor de venda.

Isso é feito de modo a surfar na onda de aquisições daqueles que foram ludibriados, antes que os mesmos percebam que a valorização prometida para o ativo (através de uma aquisição da empresa ou da divulgação de projetos valiosos) nunca vai chegar.

Como o pump and dump já foi aplicado na prática?

Te contamos lá na primeira seção que os autores do pump and dump têm dois tipos de investimento como alvos prediletos: as penny stocks e as criptomoedas.

No primeiro caso, essas ações de poucos centavos são aproveitadas em virtude de suas características naturais: a baixa liquidez e a falta de informações disponíveis sobre as companhias.

Dessa forma, fica mais fácil forjar notícias e alterar o valor das ações, tendo mesmo que um número pequeno de pessoas manipuladas.

Foi isso que fez, por exemplo, Jordan Belfort (o conhecidíssimo Lobo de Wall Street).

No entanto, mais recentemente vemos um movimento de atualização do golpe, com a chegada das criptomoedas. O método é basicamente o mesmo (“inflar e largar” nos fóruns da internet), mas se aproveita agora o fascínio que as pessoas desenvolveram por Bitcoins e seus semelhantes.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados