Open Nav Logo Mais Retorno

Política de Investimentos

O que é a Política de Investimentos dos fundos?

O eixo principal para a atuação e sucesso de um fundo é sua política de investimentos. Esta estrutura de gestão relaciona as principais diretrizes para buscar os rendimentos esperados aos cotistas.

A elaboração da política de investimentos de um fundo tem sua importância tanto para os gestores quanto para os investidores. Ela deve ser preparada de forma clara e objetiva para dar segurança aos cotistas e poder atrair mais recursos ao fundo.


Para que serve a política de investimentos de um fundo?

Ela faz parte do regulamento do fundo, que é o documento que descreve toda a composição dele. Na política de investimentos, o gestor relaciona qual será o comportamento esperado do fundo e quais ferramentas serão utilizadas para atingir estes resultados.

O documento vai servir de norte para que os cotistas acompanhem as possibilidades de ganho, bem como de riscos nesse tipo de aplicação. Com base nisso, a política de investimentos pode ajudá-lo na escolha de futuras aplicações, ou mesmo aumentar seu patrimônio no mesmo fundo, adquirindo mais cotas.

Como é feita a política de investimentos?

A política de investimentos costuma ser feita para o longo prazo. Ela esclarece como será a atuação prática do fundo e pode reunir características como:

  • Quais os objetivos do fundo;
  • Qual a composição de ativos a receberem investimentos;
  • Quais os limites (mínimo e máximo) de alocação do patrimônio em cada classe de ativos;
  • Qual o percentual médio de alocação em cada classe de ativo.

Benchmark

A política de investimentos também vai determinar se o fundo irá acompanhar ou não a variação de algum indicador econômico. Ela pode conter o benchmark, que é o uso de uma referência do mercado para a rentabilidade de uma classe de ativo.

Geralmente, os fundos tentam seguir ou superar alguns indicadores como, por exemplo:

  • Certificado de Depósito Interbancário (CDI): é a taxa de juros das operações de crédito entre os bancos e muito usado por fundos de renda fixa e multimercados;
  • Ibovespa: é o principal índice da Bolsa de Valores e utilizado por fundos de ações;
  • IBrX (Índice Brasil ou IBrX100): é o indicador do desempenho dos ativos mais negociados no mercado brasileiro e também é usado em fundos de ações;
  • IFIX: é um indicador que serve de referência para fundos imobiliários.

O documento informa se as aplicações vão acompanhar algum indicador e se será de forma direta ou indireta. Ou, ainda, podem não acompanhar nenhum indicador, mas definirem um percentual fixo de desempenho.

Qual a importância para os fundos de investimento?

O documento traz também o embasamento sobre as escolhas feitas para aquele perfil de fundo. Ele vai esclarecer os tipos e a classe de ativos que serão negociados e quais os critérios que levaram o gestor a essa decisão.

Para a elaboração da política de investimentos, alguns fatores podem ser levados em conta e que podem influenciar os resultados:

  • Cenário econômico no mundo;
  • Expectativa sobre a taxa de juros e outros índices;
  • Expectativa da rentabilidade em cada classe de ativo;
  • Políticas fiscal e monetária do país;
  • Riscos envolvidos.

Para o investidor, é importante verificar a política de investimentos e ter uma definição de tolerância aos riscos conforme seus interesses nessa aplicação.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados