Open Nav

PMRE – Prazo Médio de Renovação dos Estoques

O que é Prazo Médio de Renovação dos Estoques?

O Prazo Médio de Renovação dos Estoques (PMRE) é um importante indicador utilizado pelas empresas. Como o próprio sugere, ele é utilizado para medir a velocidade média pela qual uma organização gira suas mercadorias.

Vale observar que esse é um controle importante na gestão de estoques na medida em que a demora na rotatividade por indicar que os produtos estão ficando muito tempo parados. E, como sabemos, isso não é bom.

Ao mesmo tempo, é preciso entender o tipo de mercadoria que é empregado em um negócio. Dependendo do setor, do volume de clientes e do preço médio do produto, os estoques podem ter maior ou menor rotatividade.


Como calcular o Prazo Médio de Renovação dos Estoques?

Se você já começou a arrepiar os cabelos só de lembrar de matemática, não se preocupe. A fórmula do Prazo Médio de Renovação dos Estoques é relativamente simples, como podemos ver logo abaixo:

PMRE = Estoques / CMV x 360

E onde encontrar as informações? Muito simples: nos relatórios contábeis da companhia. Lembrando que, caso a empresa esteja listada na Bolsa de Valores, ela é obrigada a compartilhar essas informações trimestralmente.

O valor dos estoques você consegue encontrar no Balanço Patrimonial, dentro da categoria de ativos. Vale observar, no entanto, que o estoque pode se converter em um passivo quando fica muito tempo parado ou mesmo quando vence (no caso de alimentos, por exemplo). É por isso que acompanhar o Prazo Médio de Renovação dos Estoques é algo tão relevante.

Já o CMV (Custo das Mercadorias Vendidas) representa o custo que a empresa apresentou na venda dos seus produtos. Ele é encontrado na D.R.E. (Demonstração de Resultado do Exercício) da companhia.

Por fim, o que seria o 360? O PMRE é apresentado em dias. Assim, precisamos multiplicar nosso cálculo pelo total de dias do período analisado. Assim, caso a sua análise seja trimestral, por exemplo, utilize 90 ao invés de 360.

Calculando o PMRE de uma empresa

Para que você entenda o cálculo do Prazo Médio de Renovação dos Estoques, vamos a um rápido exemplo supondo os seguintes dados de uma companhia fictícia:

  • Estoques = R$3.200
  • CMV = R$5.600

Assim, utilizando a fórmula que já apresentamos para você, podemos encontrar o valor (em dias) do Prazo Médio de Renovação dos Estoques. Veja como fica o nosso racional:

PMRE = 3.200 / 5.600 x 360 = 205,71

Ou seja, isso significa que a nossa empresa demora, em média, um pouco mais de 205 dias para girar o estoque.

Como analisar o Prazo Médio de Renovação dos Estoques?

E como saber se o valor apresentado no cálculo do PMRE está bom ou ruim? O melhor cenário, como costuma ser com qualquer indicador, é acompanhar a sua própria evolução.

Idealmente, quanto menor, melhor. Isso significa que a empresa vendeu rapidamente as suas mercadorias e as converteu em vendas. Vale lembrar que, para ter estoque, a companhia precisa investir em compras. Assim, vendê-las é um dos principais objetivos operacionais de um negócio, convertendo esse investimento em receita.

Por outro lado, não há como esperar um número mágico para o Prazo Médio de Renovação dos Estoques. Você não pode ter a expectativa de que uma empresa que vende carros, por exemplo, tenha um PMRE menor do que uma outra organização que vende frutas.

Isso acontece porque são produtos completamente diferentes. Não é todo dia que alguém compra um carro. Tampouco é um produto de ticket médio baixo. As frutas estão na outra ponta, mas também vencem mais rapidamente e precisam de giro rápido.

Assim, é mandatório que a empresa que vende frutas tenha baixos índices de Prazo Médio de Renovação dos Estoques. Para os carros, a urgência da velocidade da venda não é tão grande, embora seja sempre desejável.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados