Open Nav

Plano Marshall

O que é o Plano Marshall

O Plano Marshall é o nome dado para um grande programa encabeçado pelos Estados Unidos para financiar e proporcionar a reconstrução da Europa Ocidental após a Segunda Guerra Mundial.

Por esse motivo, o plano também é conhecido como Plano de Recuperação da Europa.

Como Investir nos Melhores Fundos

As origens do Plano Marshall

Após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945) deixar a Europa destruída, tanto em termos de desemprego, como em infraestrutura (como ferrovias, estradas, pontos e portos), havia uma grande dificuldade para a recuperação rápida e autônoma por parte da região.

Para que a crise não se alastrasse ainda mais para o restante do globo, um plano de reconstrução encabeçado pelos Estados Unidos foi formulado após uma reunião dos estados na segunda metade de 1947. 

Recebeu esse nome por conta do seu idealizador, o general George Marshall, antigo Chefe do Estado-Maior do Exército e então Secretário de Estado do presidente Henry Truman.

Como a Europa continental já começava a ser dividida entre o lado capitalista e outro comunista, foi necessário medidas para uma resposta rápida do primeiro grupo.

Efetivamente o Plano Marshall foi assinado em abril de 1948, com recursos distribuídos à 16 países europeus, incluindo Reino Unido, França, Bélgica, Holanda e Alemanha Ocidental.

Não há um consenso claro do valor total concedido até o seu fim em 1951, mas as estimativas mais usuais trabalham na faixa de US$ 13 a 18 bilhões (acima de US$ 120 bilhões à preços de 2020), sendo que praticamente 40% foram destinados ao Reino Unido e França.

O auxílio do Plano Marshall acabou sendo usado principalmente para a compra de mercadorias do próprio Estados Unidos.

As nações europeias praticamente esgotaram suas reservas durante a guerra, e a ajuda do Plano representava quase o único meio de importar mercadorias do exterior.

Efeitos do Plano Marshall

O Plano serviu para a constituição do que viria a ser conhecido como o “Estado de Bem-Estar Social” nas décadas seguintes, em que parte dos serviços necessários à população (saúde, educação, seguro-desemprego etc.) era oferecida pelo Estado.

Houve um grande esforço para transformar as práticas industriais e comerciais europeias usando modelos americanos de alta eficiência, reduzindo barreiras ao comércio.

Ainda assim, é possível que um dos efeitos mais duradores do Plano Marshall não tenha nem sido necessariamente a recuperação econômica da Europa, mas o surgimento de um órgão multilateral que existe até hoje: a OCDE.

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE, e originalmente OCEE) foi fundada em 1948 justamente para administrar a ajuda americana.

O órgão foi um dos que encabeçou o plano para a criação da área de livre-comércio, concretizado posteriormente na União Europeia. 

Sua expansão para vários países do globo criou um “grupo dos países ricos”, que busca unificar e padronizar os sistemas econômicos ao redor do globo, facilitando os ambientes de negócios até hoje.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados