Open Nav

Perfil conservador

O que é o perfil conservador?

Perfil conservador é o nome dado a um tipo específico de investidor, categorizado conforme a sua tolerância ao risco e de quanto da rentabilidade ele está disposto a ceder em troca de maior segurança em seus investimentos.

Nesse caso, o investidor tem uma tolerância ao risco muito maior, de modo que mesmo com um retorno mais baixo do que o oferecido por outros ativos no mercado financeiro, ele ainda opta pelos títulos mais seguros.

Sabe aquele seu tio que se perdesse um mísero real na Bolsa de Valores já entraria em desespero, retiraria todo o valor aplicado, voltaria para a poupança e ainda sairia por aí dizendo para todo mundo ouvir que essa coisa de Bolsa é uma farsa? Pois bem, ele tem um perfil para lá de conservador.

Isso quer dizer que o perfil conservador é caracterizado como dramático e irracional, igual o seu tio? Não. Na verdade, o melhor conservador é aquele que conhece a sua situação, os seus objetivos e a sua "sensibilidade" - e existem muitos desses por aí.

Assim como existem aqueles que querem mudar, arriscar mais e se preparam para isso. O seu perfil de investidor hoje não é uma sentença de prisão perpétua, mas um diagnóstico de como o seu dinheiro seria melhor aplicado no momento, considerado como você se sente frente aos investimentos e as suas próprias metas.

O conservador tem como propósito central proteger o seu patrimônio, acumulando sem perdas. Cada real a menos naquele "montinho" é muito sentido, mesmo que seja uma exceção a curto prazo. O seu medo é que a perda se torne maior e corroa, mesmo que apenas uma parte, do que ele construiu.

Assim, o investidor de perfil conservador prefere títulos mais seguros. Não existe nada totalmente seguro quando se trata de investir (afinal de contas, estamos falando de empréstimos). E antes que alguém veja essa frase como um sinal divino para voltar correndo ou para continuar na poupança, saiba: a poupança também é um investimento. Está longe de ser dos melhores, mas é, e também tem seus riscos.

No caso, então, o que se sugere é escolher entre os títulos mais recomendados para esse perfil aquele que oferecer maior rentabilidade, sem deixar de servir aos prazos dos seus objetivos e à segurança necessária.

Algumas opções são:

  • CDB;
  • LCI;
  • LCA;
  • Títulos Públicos;
  • Fundos de Renda Fixa;
  • Previdência Privada.

Não sei qual é o meu perfil como investidor… E agora?

O perfil conservador não é o único que existe. Na verdade, além dele existem ainda: o perfil moderado, o perfil arrojado e o perfil agressivo.

O perfil moderado se encontra logo "acima" do perfil conservador. Isto é, ele suporta um pouco mais de risco, com o objetivo também de acumular patrimônio, mas de forma mais acelerada.

Contudo, o risco suportado pelo perfil moderado ainda é pequeno quando o comparamos ao arrojado e ao agressivo. Este primeiro já tem um nível de tolerância ao risco considerado médio-alto, perdendo apenas para o segundo nessa "escala". Ambos são mais receptivos a investir no mercado de ações, por exemplo, além de fundos multimercado de média e a alta volatilidade.

"Mas como eu faço para descobrir qual é o meu perfil como investidor?", você deve estar se perguntando. E a resposta é mais simples do que você pensa, acredita.

Aqui no Mais Retorno, nós já preparamos um teste rápido e completo especialmente para você. Nele, você seleciona algumas respostas a perguntas direcionadas e em poucos instantes já descobre qual é exatamente o seu perfil, para poder escolher os melhores investimentos para você daqui para frente. Incrível, né? Para realizar o teste, é bem simples: basta clicar aqui.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados