Open Nav Logo Mais Retorno

Payout

O que é Payout?

Payout é o termo utilizado para se referir ao retorno esperado de um certo investimento. Ele pode ser expresso em um valor total ou periódico, em um número real ou uma porcentagem. Além disso, payout também pode se referir ao período de tempo estimado para que o capital inicial investido seja recuperado, sendo que somente a partir desse momento o investimento passa a ser de fato lucrativo.

Nos próximos tópicos, vamos explicar cada um dos usos do payout e ensinar como ele é calculado.


Payout como valor de retorno financeiro

Na grande maioria dos casos, payout refere-se ao retorno financeiro obtido sobre o investimento em momentos específicos.

Se você compra ações de uma empresa que paga dividendos semestrais aos acionistas, o payout dessas ações será o valor periódico do retorno financeiro, isto é, os dividendos recebidos a cada seis meses. Essa mesma ideia do retorno periódico também vale para anuidades.

Em outros casos, o payout é único. Por exemplo, se você investe em alguns títulos do Tesouro Direto, você só pode recuperar os rendimentos ao final do prazo; nesse caso, o payout é o valor total do retorno financeiro, recebido de uma só vez no prazo determinado ao comprar os papéis.

Payout como taxa de retorno financeiro

Como já foi dito, o payout pode ser expresso na forma do valor, isto é, do número real, mas também na forma de taxa, isto é, de porcentagem. Nesse último caso, o payout é a porcentagem que expressa a relação entre a receita líquida obtida e o retorno financeiro distribuído.

Payout = Receita Líquida ÷ Distribuição do Lucro

Vamos retomar o caso dos dividendos. Imagine que você comprou ações da empresa ABC Metais. No período de Janeiro a Julho, a empresa apura R$100 milhões em receita líquida, e distribui R$20 milhões aos acionistas. Nesse caso, a taxa de payout é de 20%. Atenção, pois essa porcentagem não expressa nenhuma relação com o preço das ações!

Payout como medida do tempo de recuperação do capital inicial

Vimos que outro uso do payout no mundo das finanças é como medida do tempo necessário para que o capital inicial investido seja recuperado. Essa é uma métrica muito utilizada nas empresas, para o planejamento do orçamento e para a tomada de decisões sobre como gastar os recursos disponíveis. Quanto menor o payout, nesse caso, melhor.

Que tal mais um exemplo, para esclarecer o conceito? Suponha que a empresa ABC Metais planeja comprar uma nova máquina. O custo dessa máquina será de R$150 mil. Estima-se que, considerando o efeito dessa máquina na produtividade da indústria, seu impacto no faturamento será de R$25 mil a mais por mês. Em outras palavras, esses mesmos R$150 mil serão recuperados em 6 meses.

Portanto, o payout do investimento na compra da máquina é de 6 meses. Usando essa informação (e analisando as alternativas), os gestores terão que avaliar se vale a pena fazer a compra ou não.

Um termo, várias definições

Você viu que um único termo, payout, pode ter várias definições e ser utilizado de diferentes maneiras no mundo financeiro. E vale a pena reforçar que o payout, além de ser usado frequentemente, é um indicador realmente importante para avaliar quais investimentos são mais interessantes; ou seja, você provavelmente não vai conseguir fugir dele.

Esse é um bom exemplo de que, para dominar finanças, não basta decorar conceitos. É preciso entender o assunto, saber interpretar e analisar situações, e aplicar os conhecimentos teóricos corretamente na prática.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão