Última modificação em 25 de agosto de 2020

O que é Payback Descontado?

O Payback Descontado é uma das formas que os investidores possuem para mensurar qual será o tempo necessário para a recuperação de um capital investido — seja em um projeto, um negócio ou mesmo em um ativo financeiro.

A ideia aqui é entender qual será o horizonte temporal para que os lucros gerados pelo investimento sejam suficientes para cobrir essas despesas e, a partir deste momento, culminar em lucratividade ao investidor.

Existem, em resumo, duas formas de calcular esse indicador. Uma delas é o que se chama de Payback Simples. A outra é o tema deste artigo, o Payback Descontado.

A diferença está basicamente no método de calcular o tempo de retorno do capital. Na sua versão simples, o fator tempo (e a desvalorização do dinheiro em função disso) é ignorado. Já o Payback Descontado inclui a taxa de juros na sua fórmula de modo que traz um panorama mais próximo da realidade.

Banner Imersão em Fundos Mais Retorno

Como funciona o Payback Descontado?

O objetivo do Payback Descontado é entender o tempo de recuperação de um investimento, descontando os fluxos de caixa e as taxas de juros em função do tempo e de acordo com a projeção para o investimento.

Vamos supor então que você tenha investido R$100.000 e que os retornos anuais projetados sejam de R$20.000. Neste caso, teríamos um cenário em que esse retorno levaria cinco anos em relação ao momento do investimento inicial para acontecer.

Observe, no entanto, que essa visão não considera as taxas de juros sobre os fluxos de caixa (que é justamente o que faz o Payback Simples). Sendo assim, na prática, o horizonte temporal para recuperação do capital seria um pouco maior.

Para calcular adequadamente o Payback Descontado, utilizamos a seguinte fórmula:

PV = FV / (1 + i) ^ N

Onde:

Vamos retomar o nosso exemplo, mas considerando agora uma taxa anual de 12%. Lembre-se de sempre manter a mesma unidade entre a taxa de desconto e o período temporal (neste caso, ambos anuais).

De acordo com a fórmula apresentada, chegaríamos ao seguinte resultado para o primeiro ano:

PV = 20.000 / (1 + 0,12) ^ 1 = 20.000 / 1,12 = 17.857, 14

Perceba, portanto, que o fluxo de caixa descontado acaba sendo menor do que o simples, justamente porque ele reduz o valor utilizando uma determinada taxa de juros. E, conforme os anos passam, esse resultado é reduzido na medida em que se aplicam os juros compostos da taxa de juros.

Quais as vantagens do Payback Descontado?

A principal vantagem desse método, como vimos, é que ele é mais próximo da realidade. Isso porque o método do Payback Simples não considera uma série de efeitos econômicos como as taxas de juros e a desvalorização do capital ao longo do tempo (inflação).

Sendo assim, o Payback Descontado permite que o investidor tenha um panorama mais real. Como vimos no nosso exemplo, ao contrário da versão simples, cinco anos não seriam suficientes para, de fato, devolver o investimento inicial realizado.

Quais as limitações do Payback Descontado?

Por outro lado, assim como todo indicador, o cálculo do Payback Descontado gera algumas limitações. A começar pelo fato de que a economia é dinâmica e, portanto, tanto a projeção de fluxo de caixa, como as próprias taxas de juros, podem ser alterar ao longo dos anos.

Sendo assim, é recomendável que o investidor utilize esse indicador em conjunto a outros cálculos (como a Taxa Interna de Retorno, por exemplo), assim como acrescentar a sua análise qualitativa e subjetiva sobre o projeto. Desta forma, reduz a margem de erro.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Clube de Investimentos

Confira para que serve e como funciona um clube de investimentos.

Veja outros termos