Última modificação em 12 de novembro de 2020

O que é o minicontrato de índice?

O minicontrato de índice, ou mini índice, é uma maneira acessível de fazer com que os investidores que se interessem por contratos futuros possam participar deles. É também uma subdivisão dos minicontratos — assim como o minidólar. Com ele, é possível investir em ações mesmo que o investidor não tenha o dinheiro para compra-las no momento.

Eles são, de certa forma, compromissos de compra e venda que os interessados podem firmar com outros investidores. Com o minicontrato de índice, há a chance de comprar um determinado conjunto de ações em uma data predeterminada. Independentemente da valorização ou desvalorização delas, o investidor é obrigado a compra-las ou vende-las no mesmo valor que custavam naquele momento.

Como esse tipo de operação envolve oscilações bastante frequentes e um risco considerável, ele é indicado somente para quem tem um perfil de investidor um pouco mais arrojado. De fato, é perfeito para quem se encaixa nessa descrição, já que a rentabilidade oferecida costuma pagar tanto os riscos quanto as alterações diárias dos contratos futuros.

Como o minicontrato de índice funciona?

O funcionamento de um minicontrato de índice é bastante parecido com o de um contrato padrão do futuro do Ibovespa. A diferença entre eles é o tamanho de cada um. O mini índice equivale a apenas 20% de um contato futuro cheio — o que significa que, para cada ponto do Ibovespa, é cotado a R$ 0,20 e não a R$ 1.

Como qualquer outro instrumento de derivativo, o minicontrato de índice tem uma data de vencimento, que acontece em toda quarta-feira mais próxima do dia 15 do mês de vencimento. Caso não haja sessão de negociação nesse dia, a data de vencimento muda para a da próxima sessão.

No final de cada contrato, é contabilizado e especificado quantos pontos o Ibovespa subiu ou caiu nesse período e, depois, o resultado é multiplicado por 0,20. Se o índice subir 100 pontos, por exemplo, o investidor ganha R$ 20. Se cair, ele perde os R$ 20. Aqui, é importante frisar que a rentabilidade do minicontrato de índice é bruta, o que deixa esse valor sujeito a taxas e impostos.

Quais as vantagens de operação do minicontrato de índice?

O minicontrato de índice oferece algumas vantagens para quem o opera e a primeira delas que podemos citar é a facilidade de operação. O fato de ser um instrumento barato, tanto em termos de corretagem e emolumentos quanto de margem o torna atrativo para novos investidores.

Outra vantagem é a volatilidade elevada. Um ativo volátil é aquele em que ocorrem muitas variações nas cotações durante o dia, o que gera grandes oportunidades novas tanto de venda quanto de compra. Muitos dos novos investidores, como os day traders, gostam de volatilidade e, sem sombra de dúvidas, ela está presente nos minicontratos de índice.

A liquidez é outro ponto positivo do mini índice. Ele se torna interessante porque, junto da volatilidade, a liquidez é um ponto importante em um ativo. Isso porque de nada adianta comprar um e não tem para quem vender. Com esses elementos juntos, esse tipo de minicontrato oferece um book cheio de ofertas, o que é sempre positivo.

Como é possível lucrar com o minicontrato de índice?

O lucro desse tipo de operação se dá de forma semelhante ao que ocorre nos contratos futuros. Ou seja, se um investidor usa técnicas como o chat trading e identifica uma possível valorização futura no Ibovespa, ele tem a oportunidade de comprar um minicontrato de índice na mesma hora para, assim, garantir o lucro no vencimento do ativo.

Como o minicontrato de índice trabalha com 20% do contrato futuro cheio, custa R$ 0,20 para cada ponto atual do Ibovespa, como dito anteriormente. Isso significa que, se a pontuação estiver em 62.348 pontos, o mini índice custará um total de R$ 12.469,60. Se, na data do vencimento, o Ibovespa chegar a um total de, digamos, 63.580 pontos, o investidor conseguirá lucrar, já que os minicontratos podem ser vendidos imediatamente — o que garantirá um lucro de R$ 246,40 nesse exemplo.

Termo do dia

Risco Sistemático

O que é Risco Sistemático Risco Sistemático, ou risco de mercado, é o risco ao qual não apenas um ou outro ativo, mas todo o sistema…