O que é o médio prazo?

Médio prazo é o nome dado ao período de tempo entre o presente e uma data limite no futuro, que marca o alcance de uma meta ou a concretização de um acordo específico. 

Em geral, são considerados eventos de médio prazo aqueles a se realizarem a partir de 1 a 3 anos no futuro, a contar da data de compromisso. No caso dos objetivos, por exemplo, é a data na qual ele é traçado; nos investimentos, o momento da aplicação. Isso quer dizer, que se você está lendo este artigo em 2020, as suas metas ou aplicações de médio prazo estão em algum lugar no tempo entre 2021 e 2023.

No entanto, como veremos a seguir, definir o que é ou não “de médio prazo” não é uma ciência. Está muito mais relacionado à visão do observador do que a um ponto específico no calendário. É por isso que algumas pessoas podem se referir a seus planos de médio prazo como aqueles que se iniciam daqui 6 meses ou se findam em 5 anos... E estarem totalmente certas!

Mais importante do que um consenso intergaláctico sobre onde o médio prazo começa e onde ele termina, é que você tenha uma visão desses três períodos (curto, médio e longo prazo). Assim, é possível traçar melhores estratégias que beneficiam o seu futuro próximo sem deixar de batalhar pelo seu futuro mais distante. 

Como Investir nos Melhores Fundos

Como o médio prazo funciona? O que são objetivos de médio prazo?

Se o médio prazo é um conceito humano, por que definir a sua “duração” é tão difícil? Por que alguns o consideram após decorridos tantos meses, enquanto outros o fazem apenas após 2 anos a frente ou mais?

Isso porque, diferentemente do que imaginamos, o médio prazo varia também de acordo com o evento que estamos analisando. Pense bem: qual é o médio prazo de se criar um filho? E de se cursar uma faculdade, construir uma casa, realizar uma mudança ou criar uma empresa? Certamente, cada um deles tem seus marcos e quanto maior for a duração do evento, mais elástica é a duração de cada faixa de prazo.

Outro ponto importante é entender como definimos que um objetivo é de curto, médio ou longo prazo. Em geral, isso se dá por conta de dois fatores: contexto e/ou esforços. 

No primeiro caso, o estilo de vida, o ambiente e até o cenário econômico fazem do momento presente pouco propício para realizar uma meta. É o caso, por exemplo, de quem se planeja para viajar para o exterior apenas no ano seguinte, pois a alta de uma moeda x não favorecem viajar agora.

No primeiro caso, o estilo de vida, o ambiente e até o cenário econômico fazem do momento presente pouco propício para realizar uma meta. É caso daqueles que desejam se mudar para outros país, mas precisam juntar dinheiro ainda nos próximos meses ou anos.

Assim, os fatores externos têm grande peso na hora de determinar os nossos objetivos de médio prazo. Mas você sabe o que isso tem a ver com os investimentos? Veja a seguir!

O que são investimentos de médio prazo?

No mercado financeiro, se convencionou chamar de investimentos de médio prazo as aplicações cujo período de maturação ocorre entre dois e cinco anos. Nesse caso, incluem-se tanto os de renda fixa quanto variável.

Ainda assim é possível definir os seus próprios prazos, unindo os investimentos aos seus objetivos (dos quais tratamos na seção anterior).

Utilizando o goal-based investing, estratégia focada em enxergar as aplicações como parte do caminho trilhado pelo investidor para conquistar os seus sonhos, é possível agregar propósito também ao planejamento financeiro.

De qualquer forma, operações como swing trade e até buy and hold são os exemplos mais comuns da aplicação do conceito de médio prazo quando se fala em Bolsa de Valores.

Como Investir nos Melhores Fundos

Termo do dia

Risco Sistemático

O que é Risco Sistemático Risco Sistemático, ou risco de mercado, é o risco ao qual não apenas um ou outro ativo, mas todo o sistema…