Open Nav Logo Mais Retorno

Margem EBIT

O que é Margem EBIT?

A Margem EBIT é mais uma excelente métrica utilizada no mundo financeiro.

Para conseguir encontrar a margem você vai precisar realizar o seguinte cálculo:

Margem EBIT = (Resultado antes dos impostos / Receita Líquida) x 100

A Margem EBIT parece ser bem parecida com a Margem Bruta. Porém, no caso da Margem Bruta, utilizamos a Receita Bruta para identificar qual é à margem do resultado antes da parte financeira e dos impostos.

No caso da Margem EBIT, o que utilizamos é a Receita Líquida, ou seja, a receita líquida dos impostos referentes à mesma.

Essa métrica nos oferece uma perspectiva mais polida do resultado (em comparação direta a Margem Bruta, por exemplo).


Como funciona a Margem EBIT?

Para conseguir encontrar a Margem EBIT você vai precisar de dois valores (basicamente). O primeiro é a Receita Líquida e o segundo é o resultado antes da soma do resultado financeiro e dos impostos (algo como o Lucro Operacional da empresa).

Ambos os dados podem ser identificados em um DRE (Demonstrativo do Resultado do Exercício).

Você pode encontrar o DRE da empresa em vários lugares, mas o lugar mais indicado é na área do investidor.

Os sites das empresas que possuem ações listadas na bolsa geralmente possuem uma área assim. Lá você terá acesso a diversos relatórios e, dentre eles, será possível baixar o Balanço Patrimonial e a DRE.

Com esses relatórios em mãos e já sabendo quais dados deve extrair, é só realizar a divisão como já foi mencionada anteriormente.

Assim você terá em mãos a Margem EBIT.

Para que serve a Margem EBIT?

Com a Margem EBIT o interessado vai conseguir analisar o resultado da empresa a partir de sua Receita Líquida.

Portanto, o resultado já estará líquido de impostos como PIS, COFINS, IPI e ICMS e você poderá ver se a empresa consegue ter um bom rendimento.

Os custos que envolvem a operação ainda fazem parte da conta também.

Basicamente, ao realizar o cálculo, você terá uma noção de qual é o desempenho da empresa levando em consideração sua Receita Líquida.

Nesse caso, uma margem de 20%, por exemplo, não seria algo surpreendente, uma vez que já estamos descontando da base de cálculo os impostos sobre faturamento.

Lembrando que a margem EBIT não pode ser levada em consideração para título de distribuição de lucros ou até mesmo para determinar se uma empresa terá resultado positivo ou não.

Por se tratar de uma margem que não é baseada no Lucro Líquido e sim no resultado antes dos impostos e resultados financeiros (EBIT), o desfecho do DRE ainda pode ser de prejuízo.

Querendo ou não, a Margem EBIT é uma forma mais “resumida” de identificar características relevantes de uma empresa.

Caso a Margem EBIT não esteja com o resultado que era esperado, você ainda pode averiguar outras margens e posteriormente analisar o DRE como um todo.

Desse modo, a análise fica mais completa e você vai conseguir identificar melhor os números.

Porque a Margem EBIT?

Diferente de todas as outras margens que basicamente trabalham com a Receita Bruta (ou o total de vendas), a Margem EBIT leva como base a Receita Líquida.

Portanto, os impostos cobrados em cima das receitas já são deduzidos dessa métrica.

Teoricamente, desse modo a margem deve ser maior, uma vez que a Receita Líquida tem a tendência natural de ser inferior a Receita Bruta.

Logo, a margem EBIT teoricamente deveria ser superior a Margem Bruta, por exemplo.

Dentro de uma série de análises baseadas nas margens de lucro de uma empresa, a Margem EBIT é relevante e muito importante.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados