Última modificação em 17 de janeiro de 2020

O que é margem de lucro?

A margem de lucro é, em resumo, o percentual do seu preço de venda que será correspondente ao lucro para uma empresa. Esse é mais um dos indicadores financeiros importantes dentro de um negócio.

Essa ferramenta permite, entre outras finalidades, avaliar a eficiência operacional de uma companhia. Isto porque, quanto maior o seu resultado, melhor: significa que a empresa conseguiu ficar com a maior parte da venda para ela.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Como funciona a margem de lucro?

A margem de lucro leva em consideração alguns conceitos para a sua própria formação. A primeira parte é referente ao lucro que, afinal, não apresenta grandes segredos: é a parte de uma venda realizada por uma empresa que fica para ela.

O segundo ponto que é avaliado está sobre os custos, ou seja, tudo que precisou ser gasto pela companhai na realização dessa venda. Os custos envolvem desde a produção, passando pelos impostos e incluindo outros pagamentos relacionados ao produto.

Por fim, há o preço de venda. Ele é fundamental no processo de margem de lucro na medida em que permitirá (ou não) bons resultados para o negócio. Ele é extremamente sensível e, especialmente no lançamento de novos produtos, precisa de atenção especial dos gestores.

Um preço de venda muito baixo representa a perda de potencial ganho financeiro para uma organização já que, nestas condições, os volumes de venda podem ser bons, mas o lucro obtido poderia ser ainda melhor. Já um preço de venda alta pode gerar desinteresse do mercado, dificultando as comercializações do produto.

Como calcular a margem de lucro?

Agora que você já conhece os três conceitos mais importantes no cálculo da margem de lucro, podemos entender como funciona a fórmula desse indicador. Ela está logo abaixo:

ML = (P - C)/P

Onde:

Suponha, por exemplo, que uma empresa tenha um produto cujos custos associados a ele somem um total de R$ 70,00. Enquanto isso, o seu preço de venda ao mercado é de R$ 100,00. A partir desses dados, podemos calcular a margem de lucro:

ML = (100-70) / 100 = 30 / 100 = 0,3 = 30%

Ou seja, a nossa margem de lucro desse caso fictício é de 30%. Em outras palavras, a cada R$ 100,00 vendidos, a empresa fica com R$ 30,00.

Como saber se uma margem de lucro é boa?

Não existe um número mágico para avaliar a margem de lucro de um negócio. A melhor forma de entender se o indicador está saudável é compará-lo com outras empresas do mesmo setor e, de preferência, de uma mesma região.

Segmentos diferentes podem apresentar margens muito discrepantes entre si. Construtoras, por exemplo, costumam ter esse indicador bastante elevado. Não faz sentido, portanto, comparar a margem de lucro desse setor com outro de margens mais apertadas.

A região também impacta diretamente esse tipo de análise. Um país como o Brasil apresenta muitos impostos aos empreendedores. Esse é um custo que impacta diretamente uma eventual comparação com uma companhia semelhante, mas que está localizada em um ambiente sem tanta tributação.

Por outro lado, há uma unanimidade em qualquer tipo de segmento: a margem de lucro não pode ser negativa. Quando isso acontecer, significa que os custos do produto estão superiores ao seu preço de venda. De maneira objetiva, isso representa que ele está gerando prejuízo para a empresa.

Neste caso, restam duas opções para os gestores. A primeira delas é aumentar o preço de venda desde que, logicamente, exista demanda para isso. A alternativa seria buscar uma redução de custos internamente para melhorar o resultado da margem de lucro.

Como Investir nos Melhores Fundos

Termo do dia

Alavancagem

O que é Alavancagem? Alavancagem é um termo utilizado no mercado financeiro para nomear operações que utilizam recursos sem estarem cobertas, ou seja, é uma forma…

Veja outros termos