Open Nav Logo Mais Retorno

Liquidez Corrente

O que é liquidez corrente?

A liquidez corrente é um indicador utilizado para medir a capacidade que uma empresa possui, a curto prazo, de arcar com todas as suas obrigações.

Junto com a liquidez geral, a liquidez imediata e a liquidez seca, forma um subgrupo chamado de Indicadores de Liquidez, importante componente do grupo de Indicadores de Desempenho.

Esse último, sobretudo, oferece preciosas informações gerenciais sobre determinada companhia, que auxiliam muito o investidor na hora de escolher onde alocar o seu capital.


Como a liquidez corrente é calculada?

Antes de te apresentarmos ao cálculo em si, é importante que você tenha dois conceitos contábeis em mente. Eles serão essenciais mais adiante.

O primeiro deles é o ativo circulante.

Chama-se assim todo bem ou direito de uma empresa que pode ser facilmente transformado em dinheiro. As quantias depositadas em conta corrente e o estoque são apenas alguns exemplos de ativo circulante.

O segundo, por sua vez, é o passivo circulante.

Como engloba todas as dívidas da organização que devem ser pagas em até um ano, o passivo circulante tem como componentes as contas a pagar e os impostos, entre outros.

Guarde bem essas definições, pois é a relação entre o ativo e o passivo circulante que indica a liquidez corrente, com o seguinte cálculo:

  • Ativo circulante / Passivo circulante = Liquidez Corrente.

Como descobrir o grau de liquidez corrente de uma empresa?

Diferentemente do que acontece no caso da liquidez comum, em que o grau de liquidez de um ativo depende da percepção subjetiva do mercado financeiro, a liquidez corrente obedece a uma tabela.

Portanto, preste atenção:

  • Se a liquidez corrente for maior do que 1, se entende que a empresa possui capital disponível suficiente para arcar com as suas obrigações de curto prazo.
  • Se a liquidez corrente for igual a 1, o capital e as obrigações são equivalentes.
  • Se a liquidez corrente for menor do que 1, significa que a empresa não possui, hoje, capital suficiente para arcar com todas as suas obrigações.

Qual é a importância da liquidez corrente para o investidor?

A liquidez corrente é essencial para diagnosticar a saúde financeira de uma companhia.

Mas, de forma mais pessoal, é de extrema valia para que o investidor possa mensurar a possibilidade de receber ou não proventos no futuro, se esse for o seu objetivo com o investimento.

Isso porque é necessário que haja uma folga no capital para que a organização possa cobrir a remuneração dos acionistas, além das outras incumbências, e honrar com esse compromisso.

Assim sendo, as companhias com maior liquidez corrente (como apontado na tabela) costumam ser mais seguras para os investidores do que aquelas de liquidez menor.

Qual é a diferença entre a liquidez corrente e as demais formas de liquidez?

A maioria das outras categorias são apenas variações da liquidez corrente. Ou seja, realizam o mesmo cálculo com o ativo e o passivo circulante, desconsiderando um ou outro componente contábil.

A liquidez seca, por exemplo, não considera o estoque no levantamento do ativo circulante.

Em contrapartida, a liquidez imediata não contabiliza nem o estoque, nem as contas a receber.

Por fim, a liquidez geral amplia o horizonte das obrigações e acrescenta as dívidas de médio e longo prazo ao saldo do passivo.

 

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados