O que é linha de crédito?

Uma linha de crédito, como o nome sugere, é o montante total de recursos que uma instituição financeira disponibiliza – por empréstimo ou financiamentos – a pessoas físicas ou jurídicas.

A linha de crédito é semelhante ao limite do cartão de crédito, em que o saldo é rotativo. Quando o mutuário paga todo ou parte do saldo utilizado, o valor retorna para o seu limite máximo e fica à disposição para ser utilizado novamente.

As linhas de crédito podem ser garantidas ou não garantidas e podem ser usadas para fins diversos ou específicos.

Como exemplo de linha de crédito com fins específicos, podemos citar o financiamento, no qual é necessário informar qual será a finalidade dos recursos (compra de casa, carro, etc..).


Como funciona uma linha de crédito

Nem todas as instituições financeiras oferecem linhas de crédito. Além disso, pode ser exigido que você tenha uma conta corrente ativa e em situação regular para que essa opção seja disponibilizada.

Também pode ser requirida a apresentação de documentação para comprovar renda ou, ainda, ativos como garantia para que você tenha acesso a uma linha de crédito, especialmente quando envolve grandes quantias.

É importante ressaltar que a cobrança de juros ocorre sobre o valor utilizado pela pessoa física ou jurídica e não pelo valor disponibilizado pela instituição.

Por exemplo, se você tiver uma linha de crédito de R$ 10.000 e utilizar R$ 4.000, você pagará os juros sobre os R$ 4.000.

Benefícios da linha de crédito

As linhas de crédito oferecem as seguintes vantagens:

Exemplos de linhas de crédito

Existem vários tipos diferentes de linhas de crédito para empresas e pessoas físicas. Alguns exemplos são:

Como obter uma linha de crédito

Para obter uma linha de crédito você deve proceder como faria com qualquer outro empréstimo. Após análise da solicitação, os credores decidem se disponibilizam ou não um limite para que você possa usar. Geralmente, são observados os seguintes critérios:

Em transações com garantia, você transfere a propriedade de um bem para a instituição financeira, mas continua com a posse. Ou seja, você pode continuar utilizando seu ativo normalmente, desde que pague suas prestações em dia. Caso você deixe de pagar, o banco o instituição financeira pode requerer a posse do bem e, neste caso, ele é leiloado para quitar a dívida.

Dicas para utilizar uma linha de crédito

Solicite apenas o que você precisa: Muitas vezes, a linha de crédito disponibilizada é muito maior do que a sua necessidade. Por isso, muitas pessoas são levadas a utilizar o dinheiro para necessidades secundárias.

Lembre-se que essas transações envolvem juros, às vezes elevados. Logo, se você não conseguir quitar suas prestações no prazo, isso pode se tornar uma verdadeira bola de neve.

Gerencie os custos de juros: Consulte diferentes instituições e bancos e verifique qual oferece as melhores taxas de juros. Além disso, lembre-se que quanto maior o prazo, mais juros você vai pagar. Portanto, entenda sua necessidade e também sua capacidade financeira.

Use sabiamente: as linhas de crédito devem ser utilizada como redes de segurança quando você precisa de dinheiro imediato para cobrir uma despesa inesperada. Para outros fins, é preferível que você tenha um planejamento financeiro adequado para não precisar pagar juros.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Side Letters

O que são Side Letters? Side Letters (cartas laterais, em tradução direta do Inglês), são complementos contratuais. Esse tipo de documento não pode ser confundido com…