Open Nav Logo Mais Retorno

Hiato do Produto

O que é o Hiato do Produto?

O Hiato do Produto é a diferença entre o PIB corrente e o PIB potencial de um determinado país, podendo ele ser positivo ou negativo e que mensura as oscilações cíclicas de uma determinada economia.

Em outras palavras, o hiato do produto têm a finalidade de mostrar o quanto a demanda agregada de uma economia está distante de oferta agregada em termos de capacidade produtiva.

Nesse sentido, podemos dizer que, quando o hiato do produto é positivo, o país está operando acima de sua tendência indicando um superaquecimento, sujeito inclusive à pressões inflacionárias.

Quando, por outro lado, o hiato do produto for negativo, a economia estará operando com ociosidade de sua capacidade produtiva.

Podemos concluir dessa maneira, que quanto mais próximo o PIB real estiver do PIB potencial, mais equilibrada estará a economia, enquanto que quanto mais distante estiver, mais a economia estará enfrentando problemas de superaquecimento ou recessão.


Qual a finalidade de calcular o Hiato do Produto?

Existem inúmeros motivos para se calcular o Hiato do Produto.

Primeiramente por constituir um indicador bastante útil sobre os ciclos econômicos, ele pode ajudar em análises conjunturais e também estudos acadêmicos em relação à condução das políticas macroeconômicas de um país, como a política fiscal e monetária.

Esse indicador, inclusive, é muito utilizado pelos Bancos Centrais de todo o mundo, tendo como função nesse caso a reação da taxa de juros através da Regra de Taylor, que tem justamente o objetivo de medir as respostas da taxas de juros ao hiato do produto e à taxa de inflação.

Uma outra finalidade do Hiato do Produto é a avaliação e monitoramento da política fiscal de um país.

Na atualidade, a União Européia e também alguns países latino-americanos como Chile, Peru e Colômbia, adotaram esse indicador como âncora dos seus regimes fiscais.

Entretanto, a maioria dos países (inclusive o Brasil), somente o usam para monitorar os seus resultados fiscais.

Como se calcula o Hiato do Produto?

Calcular o Hiato do Produto está longe de ser algo simples, definido por uma equação pré estabelecida com um resultado final exato.

Sendo tema de debate até hoje, os métodos mais utilizados para o seu cálculo são o Filtro HP e Função da Produção.

Normalmente, o apelo ao Filtro HP se dá através da sua simplicidade, transparência e facilidade de aplicação com dados do PIB e escassez de informações mais completas.

Entretanto, desde a virada do século essa metodologia vem perdendo aos poucos a sua importância, por conta da falta de robustez de suas estimativas em tempo real.

Nesse sentido, a Função da Produção passou a ocupar a posição central para as metodologias aplicadas pela OCDE, FMI e Comissão Europeia.

Em teoria, essa metodologia possibilita contornar diversas limitações que o método do Filtro HP possuía. Todavia, após a crise financeira global de 2008, surgiram dúvidas sobre se uma abordagem mais tradicional não seria suficiente para produzir estimativas estáveis e não enviesadas em períodos de grande volatilidade cíclica.

Diante disso, foi iniciado um processo de aperfeiçoamento metodológico, que passou a introduzir uma série de melhorias nas abordagens baseadas na Função de Produção.

A recessão brasileira atual e o Hiato do Produto

De 2014 a 2016, quando o Brasil atravessou uma de suas maiores recessões, os resultados para o Hiato do Produto apresentaram profundas disparidades, o que indicou um enorme grau de incerteza sobre as metodologias utilizadas na época.

Embora ainda não se tenha chegado a um consenso sobre a metodologia mais eficiente e com menor geração de distorções sobre algumas variáveis, a verdade inquestionável é que a recessão abriu um novo debate sobre a necessidade de aprimoramento da metodologia utilizada.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão