Open Nav Logo Mais Retorno

Equilíbrio Geral

O que é equilíbrio geral?

A teoria do equilíbrio geral, desenvolvida pelo economista francês Léon Walras no século 19, tem por finalidade explicar a economia como um todo, ao invés de se ater aos vários componentes que regem as suas atividades.

Assim, ela contrasta com a teoria do equilíbrio parcial do economista inglês Alfred Marshall, que considera individualmente os pontos de equilíbrio entre preço e demanda de determinados mercados.


O que diz a teoria do equilíbrio geral?

Para Walras, a economia é composta por 3 setores distintos:

  1. Mercado de bens e serviços;
  2. Mercado de trabalho;
  3. Mercado de capital (que une investidores a tomadores de crédito).

Pela sua teoria, ele tentou demonstrar que os mercados, quando interagem entre si, tendem ao equilíbrio no longo prazo. Consequentemente, basta que um deles esteja em equilíbrio, dado que os demais, por estarem ligados a ele, se ajustarão à mesma condição.

Isso seria possível pelo mecanismo de preços, que regularia a relação entre demanda e oferta em cada um dos mercados. Para ilustrar como isso ocorre, Walras diz que os agentes tateiam (“tâtonnement”, em francês), procurando um preço comum antes de fazer as suas transações.

Em outras palavras, havendo um determinado patamar de salários e uma determinada taxa de juros, haveria uma determinada quantidade de bens e serviços que traria o equilíbrio para aquela economia.

Na década de 50, os economistas Kenneth Arrow e Gérard Debreu aprimoraram os embasamentos do equilíbrio geral, chegando à seguinte definição:

A soma de trocas entre os consumidores, considerando as mercadorias existentes, onde todos buscam maximizar suas trocas, resulta no chamado equilíbrio geral ou equilíbrio Walrasiano.

Quais as premissas da teoria do equilíbrio geral?

Walras partiu primeiramente de interações bastante simples, como um mercado onde só existem dois produtos, para depois refinar as suas ideias.

Dessa forma, desenvolveu a teoria do equilíbrio geral com base nos seguintes pressupostos:

  • O consumo de cada agente é aquele que maximiza a sua utilidade;
  • O consumo não é contínuo; ou seja, ele ocorre em um determinado instante e local, o que influencia no seu preço;
  • Cada um dos agentes começa com algum bem a oferecer ou está disposto a se desfazer de um bem para atender a sua necessidade (endowment);
  • O mercado “zera”; ou seja, todos são plenamente atendidos, não havendo sobras;
  • Os recursos são alocados de forma que, para um agente ganhar, o outro precisa perder (Ótimo de Pareto).

Quais as limitações da teoria de Walras?

Como todo modelo, a teoria do equilíbrio geral é uma simplificação da realidade, contemplando as características abaixo:

  1. O mercado é previsível, descartando os efeitos das incertezas sobre o comportamento dos agentes;
  2. Toda a informação disponível é de conhecimento de todos;
  3. O mercado não considera o impacto de novas tecnologias na oferta de bens e serviços em grande escala (inovação);
  4. Não existe qualquer restrição à movimentação dentro dos mercados.

Muitos economistas a criticam, alegando que:

  • Ela só é viável mediante determinadas condições;
  • Não existem dados suficientes para mostrar como os mercados reagem nas situações descritas no modelo, visto que os seus preços são relativos (com base na comparação entre os produtos) e não em unidades monetárias (dinheiro).

Onde a teoria do equilíbrio geral é usada?

Ela é usada para o desenvolvimento de políticas públicas:

  • Simulações dos impactos de choques de ordem externa na economia (aumento do preço do petróleo, por exemplo);
  • Implementação de novos impostos na economia;
  • Simulações para a negociação de acordos comerciais;

Fornecendo modelos que podem ser:

  • Estáticos: comparação entre duas situações distintas (antes e depois);
  • Dinâmicos: acompanhamento da evolução do mercado até o novo ponto de equilíbrio.

Dadas as suas características, ela se aplica aos casos que se encaixam nas suas pré-condições ou serve como complemento na análise de outros modelos.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados