Open Nav Logo Mais Retorno

Emolumentos

O que são Emolumentos?

Os Emolumentos são as taxas cobradas pela B3 (Bovespa), referente às transações realizadas no mercado. É uma taxa cobrada sobre cada operação de compra e venda de ativos financeiros e que serve para custear os gastos envolvidos na operação.

A cobrança aparece em cada nota de corretagem, e você pode conferir no espaço nomeado “Resumo Financeiro”.


Como é feito o cálculo dos Emolumentos?

Antes de apresentarmos como o cálculo é feito, existem outras taxas que estão envolvidas nesse processo. São elas:

  • Liquidação: essa taxa é cobrada pela CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia). A sua cobrança depende do volume financeiro envolvido na transação. Se a pessoa investe R$ 10.000 terá um valor cobrado diferente de quem investe R$ 50.000.
  • ISS (Imposto sobre Serviço): é um imposto municipal, por isso tem seu percentual variando de cidade para cidade.
  • Emolumentos: percentagem sobre o volume total negociado e é cobrada pela Bovespa.
  1. Para que você possa verificar como funciona na prática, vamos realizar uma simulação com valores fictícios, para que você entenda como é feito o cálculo:
  2. Suponha que que você compre 500 ações da empresa W a R$ 60,00 com taxa de corretagem de R$ 1,50 e taxas de liquidação + emolumentos de 0,0325%.
  3. Ao final da transação, você vendeu as mesmas 500 ações da empresa W. Porém, pelo valor de R$ 62,40 cada.

Por fim, teríamos a seguinte contabilidade:

  • Valor total da compra: ((500 x R$ 60,00) x 1,000325%) + R$ 1,50 = R$ 30.011,18
  • Valor total da venda: ((500 x R$ 62,40) x 1,000325%) + R$ 1,50 = R$ 31.211,64
  • Lucro Bruto: (500 x R$ 62,40) – (500 x 60,00) = R$ 1.200,00
  • Lucro líquido: (lucro bruto) – (despesas) = R$ 1.177,18.

Como ressaltado acima, os valores foram fictícios, portanto é muito importante que você verifique no site da B3 as taxas atualmente utilizadas.

Principais dúvidas sobre Emolumentos

Algumas dúvidas são muito comuns em relação aos emolumentos, das quais separamos:

Como é feito o recolhimento da taxa de Emolumentos?

Após o pregão é feita a apuração dos valores, após isso é subtraído das operações do dia, obedecendo sempre a proporção do volume das negociações diárias.

Quem define os percentuais do recolhimento é a B3, que repassa todas as informações para as corretoras realizarem a dedução na nota de corretagem.

O cálculo do ISS é cobrado sobre a corretagem?

Sim. O ISS é cobrado sobre o serviço prestado pela corretora. Pode acontecer variações da cobrança entre o momento da compra e da venda, por conta de arredondamentos do sistema de corretagem.

Sugerimos que sempre alinhe com o seu assessor de investimentos o cálculo desses custos, para que não haja nenhuma dúvida e não tenha divergência dos valores.

Os valores cobrados pelos emolumentos variam de acordo com a corretora?

Não. Os percentuais cobrados de emolumentos, entre outras taxas, são estabelecidos pela B3 e calculados com base no volume financeiro negociado.

Se você percebeu alguma diferença na cobrança entre uma corretora ou outra, vale lembrar que as taxas incluem tributos, dentre eles o ISS (Imposto Sobre Serviços) cuja alíquota varia de acordo com a cidade da sede da corretora.

Se tiver alguma outra dúvida sobre emolumentos ou algum outro termo que quer que faça parte do nosso glossário financeiro, nos envie suas sugestões.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados