Open Nav Logo Mais Retorno

Dovish

O que é Dovish?

O termo dovish faz referência à “dove”, que significa pombo em inglês. Já no dialeto do “economês”, dovish faz referência aos formuladores de política econômica mais sensíveis ao problema do desemprego e do crescimento econômico e que, em função disso, dão menor prioridade ao combate à inflação.

Em economia, há um verdadeiro dilema relacionado ao binômio atividade econômica-inflação. Em curto prazo, existe uma correlação positiva entre inflação e atividade econômica, em que uma economia “aquecida” eleva a inflação, ao passo que uma economia desaquecida leva a diminuição da inflação.


Dovish x Hawkish

Em contraponto a uma postura dovish em política econômica, temos a postura hawkish (deriva do inglês hawk, falcão). Quem congrega nessa escola da economia empenha maiores esforços para o controle da inflação, sendo menos sensíveis ao problema do desemprego e necessidade de crescimento econômico.

Uma e outra postura tem reflexo direto em política de juros. Enquanto os doves praticam cortes nos juros, hawks defendem a manutenção de juros elevados.

Pombo, falcão e os formuladores de política econômica

Sem dúvida alguma, o equilíbrio entre inflação e crescimento econômico é tênue. Se de um lado o crescimento é mais que desejável, por outro lado, não interessa o descontrole sobre os índices de inflação.

Historicamente, Bancos Centrais e formuladores de política econômica de todo o mundo vem tentando manejar esse “cobertor curto”.

Em meio a essa missão nada simples, responsáveis por conduzir a economia de diferentes países, sejam eles pombos ou falcões, costumam empregar as seguintes medidas para tentar atingir o equilíbrio necessário:

  • Política fiscal: ajuste de contas públicas, considerando essencialmente as despesas e as receitas, bem como a questão dos impostos;

  • Política monetária: influencia a inflação através do Banco Central, empregando a taxa de juros para influenciar a oferta de moeda;

  • Incentivo à cadeia produtiva: subsídios e desonerações, chamada “política dos campeões nacionais”.

Para se ter uma ideia do quão delicado pode ser dirigir uma economia adotando uma ou outra postura, uma simples declaração de um formulador de política econômica a imprensa, como um presidente de comitê de política monetária ou ministro da fazenda, pode mudar completamente o rumo de investimentos derivados de demais agentes econômicos, como governos estrangeiros e grandes companhias.

Esses atores, altamente interessados em todo o processo, ficam atentos a quaisquer movimentos e sinalizações dos governos para planejar seus próximos passos, de modo que o menor indicativo de alteração no rumo da economia pode representar a fuga ou chegada de grande volume de capital.

Como uma postura dovish influência investimentos?

Todas essas sinalizações dos Bancos Centrais para uma postura dovish ou hawkish, influenciam não somente o comportamento de investidores, mas a rentabilidade dos investimentos. Afinal de contas, a política de juros está diretamente ligada a remuneração do capital.

De maneira geral, a expectativa de alta nos juros favorece a renda fixa conservadora, enquanto a expectativa de queda nos juros aumenta a atratividade dos ativos de risco. Assim, desde que a postura adotada pelo governo seja dovish, investimentos em renda varável, como ações, debêntures e ETF's ganham em rentabilidade.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados