Open Nav Logo Mais Retorno

Derivativos

O que são derivativos?

Os derivativos são uma espécie de ativo financeiro, cujo valor de mercado deriva ou depende do valor de outros ativos.

Geralmente, esses ativos subjacentes são físicos (produtos agrícolas, como o café e o ouro, por exemplo) ou financeiros (do mercado de ações, taxas de juros, câmbio, entre outros).

No mundo todo, o mercado de derivativos é utilizado como meio de proteção contra o risco de flutuação de preços ou como objeto de especulação.


Qual é a origem dos derivativos, afinal?

Anterior ao surgimento dos próprios mercados financeiros atuais, a origem dos derivativos data do período feudal japonês, ainda durante o século XVII.

Embora não tivessem esse nome, os derivativos compunham uma forma de contrato utilizado entre produtores agrícolas e comerciantes.

Nele, realizava-se a compra e venda futura de um certo produto com base em um valor pré-determinado entre as partes. Esse valor não possuía qualquer tipo de vínculo com o preço real de negociação do produto no dia de seu pagamento.

Dessa forma, surge a base para as operações de derivativos utilizadas nos dias atuais. Em especial do contrato a termo.

Como os derivativos funcionam?

Como citado na sessão “O que são derivativos?”, os derivativos são aplicações financeiras cujo valor depende do desempenho de outros ativos.

Para visualizar melhor o seu funcionamento, considere o seguinte: o mercado futuro do dólar (um derivativo financeiro) depende do valor estabelecido nas negociações do mercado à vista de dólar para, só então, estabelecer os seus valores.

O mesmo acontece, por exemplo, em mercados futuros como os de commodities (derivativo agropecuário) e de energia elétrica (derivativo de energia e climático).

Quais operações são realizadas no mercado de derivativos?

A classificação do mercado de derivativos é feita, normalmente, em 3 tipos de operações: mercado futuro, mercado a termo e mercado de opções.

Mercado futuro

No mercado futuro, as duas partes adquirem uma obrigação de compra e venda de um certo ativo. Essa transação se concretizará em uma data futura, a um preço já definido.

A principal característica do mercado futuro é que o investidor pode se desfazer do contrato a qualquer momento, vendendo a outro operador nas bolsas e conferindo liquidez diária à negociação.

No Brasil, a maior responsável por esse tipo de transação é a BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros).

Mercado a termo

No mercado a termo, assim como no mercado futuro, também se tem uma obrigação de compra e venda de um produto. Em uma data específica, a efetivação é feita a partir do pagamento do valor estabelecido inicialmente.

Nesse caso, no entanto, não há o que se falar em transferência de responsabilidade ou repasse a terceiros.

O investidor paga exatamente o que acordou e, somente no dia final, descobre se obteve lucro ou prejuízo na transação.

Se o valor de mercado do produto no dia for superior ao pagamento efetuado por ele, há lucro. Se for inferior, há prejuízo.

Mercado de opções

Essa modalidade se diferencia de todas as outras por um motivo: vendedor e comprador adquirem responsabilidades diferentes na transação.

Enquanto ao comprador é conferido o direito, ao vendedor se concede a obrigação.

Ou seja, enquanto o comprador pode optar por realizar a compra ou não, o vendedor é obrigado a vender (se esse for o desejo do comprador), cumprindo o compromisso firmado.

Quais são as maiores vantagens dos derivativos?

As maiores vantagens associadas aos derivativos dizem respeito a sua versatilidade.

Em operações financeiras, eles podem servir tanto para proteção, quanto para alavancagem, especulação e arbitragem.

E as desvantagens? Quais são os riscos de se investir em derivativos?

Primeiramente, o mercado de derivativos depende muito dos conhecimentos do investidor sobre a modalidade.

Por isso, costuma ser indicado apenas aos mais experientes e dedicados ao seu estudo.

Ademais, seguindo a lei retorno x riscos, o mercado de derivativos oferece a promessa de lucros elevados, mas, em nível proporcional, a possibilidade de um enorme prejuízo.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão