Open Nav Logo Mais Retorno

Custo Efetivo Total – CET

O que é Custo Efetivo Total (CET)?

O Custo Efetivo Total (CET) é todo custo envolvido em uma operação de crédito. Ele pode ser usado ​​para explicar o total de taxas e juros incluídos em na transação, como um financiamento, empréstimo pessoal ou cartão de crédito.

Ao analisar o CET, mutuários podem comparar mais facilmente as vantagens de cada oferta no mercado. Os consumidores precisam entender o custo real de seus empréstimos, incluindo custos de fechamento e juros, a fim de avaliar sua capacidade de pagamento e se a oferta vale essa despesa.

O Custo Efetivo Total leva em conta todas as taxas e tarifas que podem estar inclusas na operação. Ele serve para proteger o consumidor uma vez que uma taxa de juros mais baixa não necessariamente significa um empréstimo vantajoso, já que pode haver custos adicionais escondidos nos termos do empréstimo.


Como o Custo Efetivo Total é calculado

 

Segundo a resolução CMN 3.517/2017, o Custo Efetivo Total deve ser calculado considerando os fluxos referentes às liberações e aos pagamentos previstos, incluindo taxa de juros, tributos, tarifas, seguros e outras despesas cobradas do cliente, mesmo que relativas ao pagamento de serviços de terceiros contratados pela instituição, inclusive quando essas despesas forem objeto de financiamento.

Também, no cálculo do CET não devem ser consideradas, se utilizados, taxas flutuantes, índice de preços ou outros referenciais de remuneração cujo valor se altere no decorrer do prazo da operação, os quais devem ser divulgados. O CET deverá possuir duas casas decimais — quanto menor o CET, menos ele custará ao mutuário.

A importância de avaliar o CET

O CET foi criado para criar maior transparência nas ofertas de crédito para o consumidor. Ao contratar um empréstimo ou financiamento, é fundamental que ele entenda todos os custos envolvidos na operação antes de contratá-la. Isso evita que os bancos incluam custos ocultos na transação.

Além disso, o CET também facilita a análise dos custos entre diferentes empresas. Sendo assim, o cliente consegue comparar de forma mais detalhada qual é a opção do mercado mais barata e adequada às suas necessidades.

O CET também serve para avaliar opções de cartões de crédito que, assim como outras formas de financiamento, também podem levar a taxas de serviço que aumentam o Custo Efetivo Total e, consequentemente, a dívida do consumidor.

À medida que a dívida aumenta, os custos totais aumentam. Se um mutuário não avaliar com precisão seus termos de crédito com cuidado, esses custos podem chegar a tal ponto que ele não conseguirá cobrir os juros que deve.

 

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados