Open Nav Logo Mais Retorno

Custo da Mercadoria Vendida (CMV)

O que é o CMV – Custo da Mercadoria Vendida?

O Custo da Mercadoria Vendida (CMV) é um importante indicador do comércio. Por meio dele, é possível saber não só o custo das mercadorias com base no seu valor de aquisição, mas também levando-se em conta o quanto foi investido; ou seja, o valor de todo o estoque.

Calculando-se o CMV, chega-se ao lucro bruto de uma operação comercial. Outros setores de atividade também usam um indicador semelhante:

  • Para a indústria, é o Custo do Produto Vendido (CPV);
  • Para serviços, é o Custo dos Serviços Vendidos (CSV).

Qual a fórmula para se calcular o CMV?

A periodicidade usada para o cálculo do CMV é a mensal. Portanto, é a diferença no estoque entre o início e o fim do mês, acrescidas as compras realizadas no período:

CMV = EI + C - EF

Sendo:

EI = Estoque Inicial
C = Compras
EF = Estoque Final

Obviamente, essa é a versão mais simples. Se levarmos em conta as devoluções, realizadas tanto pelos clientes como pela empresa em si, temos a seguinte complementação:

CMV = EI + C+ DC – DV – EF

Sendo:

EI = Estoque Inicial
C = Compras
DC = Devoluções de Clientes
DV = Devoluções ao Fornecedor
EF = Estoque Final

Como se usa o CMV na prática?

Para facilitar a compreensão do cálculo do CMV, imagine o seguinte cenário:

Em 01/02/19, uma loja de calçados tinha 50 pares de sapatos em estoque, a um custo total de R$ 5.000,00.

Ao longo do mês, o proprietário do estabelecimento adquiriu mais 50 pares por também R$ 5.000,00. Em 28/02/19, restavam 20 pares em estoque, sendo que os demais foram vendidos por R$ 150,00 cada.

Usando a fórmula temos:

EI = R$ 5.000,00
C = R$ 5.000,00
EF = R$ 2.000,00
CMV = EI + C - EF
CMV = 5.000,00 + 5.000,00 – 2.000,00
CMV = R$ 8.000,00

Para se calcular o lucro bruto (LB):

LB = (Preço X Quantidade) – CMV
LB = (150,00 X 80) – 8.000,00
LB = R$ 4.000,00

Nesse exemplo, o custo de cada par de sapato é o mesmo, mas isso nem sempre acontece.

Para estoques com valores de compra distintos, existem 3 formas de se contabilizar o CMV:

  • PEPS: os primeiros itens que entram no estoque são também os primeiros a serem vendidos;
  • UEPS: os últimos itens que entram no estoque são os primeiros a serem vendidos;
  • Custo Médio: custo médio de todos os itens em estoque, independente da data de compra.

Qual o impacto na atividade comercial quando o CMV aumenta?

O Custo da Mercadoria Vendida (CMV) pode aumentar em duas hipóteses:

  • Pressões inflacionárias;
  • Baixa competitividade.

Essas são duas situações que todo varejista quer evitar. Diante da forte concorrência que enfrenta, quando o CMV aumenta, ele não consegue repassar integralmente essa diferença de custo para o seu preço final.

Assim, há uma redução do lucro bruto para não se perder clientes.

Onde o CMV é encontrado nas demonstrações financeiras?

O Custo da Mercadoria Vendida (CMV) é uma conta que faz parte das Demonstrações do Resultado do Exercício (DRE), apresentando-se na seguinte ordem:

  

Ele é um importante indicador para que analistas e investidores avaliem a qualidade de gestão de estoques da empresa. Quando um valor significativo é destinado a eles, restam menos recursos para se investir e contratar, o que quer dizer que o resultado da empresa (lucro líquido) tende a ser menor frente a concorrentes de mesmo porte e setor.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados