O que é Curva de Demanda Agregada? 

Curva de Demanda Agregada, ou Curva DA, é um gráfico de linha no formato de uma curva que representa a maneira como a demanda agregada muda, de acordo com a renda real e o nível de preço. A curva de demanda agregada pode ser ascendente ou descendente.


Entendendo a Curva de Demanda Agregada

Para entender a curva de demanda agregada, primeiramente, é preciso lembrar que demanda agregada é a demanda combinada por todos os bens e serviços em uma economia

Dito isso, a curva de DA é um gráfico de linha no formato de curva. Seus eixos representam os dois fatores que influenciam o aumento ou diminuição da demanda agregada na economia; o eixo vertical indica o nível de preço e o eixo horizontal indica a renda real. É importante destacar que essa renda real está associada ao PIB do país.

Comportamento da Curva de Demanda Agregada

A curva DA pode apresentar dois comportamentos: ascendente ou descendente. Quando a curva é ascendente, ela indica uma relação diretamente proporcional entre preço e renda. Por outro lado, quando a curva é descendente, indica uma relação inversamente proporcional entre esses dois fatores.

Em outras palavras, em uma curva DA ascendente, quanto maior a renda real, maior também o nível de preços. Por outro lado, em uma curva descendente, quanto maior a renda real, menor o nível de preços.

Curva de Demanda Agregada x Curva de Demanda Individual

Um fato interessante é que as razões por trás de uma curva ascendente ou descendente no caso da demanda agregada são diferentes das razões que explicam uma curva do mesmo tipo no caso da demanda por um bem ou serviço individual.

A curva de demanda individual é traçada com base no pressuposto de que os preços de outros bens e serviços continua igual e a renda do consumidor permanece constante. Então, conforme o preço de um bem ou serviço específico aumenta, a demanda por ele diminui.

Isso acontece por dois motivos: primeiro, porque o preço relativo de outras alternativas fica cada vez mais atrativo e, segundo, porque o peso no bolso do consumidor fica cada vez maior.

Enquanto isso, a curva de demanda agregada é traçada com base em pressupostos diferentes. O aumento do nível de preço representa uma aumento nos preços de muitos bens e serviços simultaneamente, não de um em específico. Além disso, se o nível de preço aumenta, o salário dos trabalhadores também. 

Ora, se os pressupostos por trás de uma certa situação são diferentes, as razões por trás dela também serão. Por isso, curvas de DA e DI, mesmo que pareçam idênticas, não podem ser explicadas da mesma forma.

Entendendo o significado da Curva de Demanda Agregada

Acabamos de ver que curvas DA e DI têm razões diferentes para seu comportamento. Vamos, então, entender as razões para uma curva DA ascendente e descendente.

Se a curva de demanda agregada é ascendente, sabemos que nível de preços e renda caminham juntos. Não existe muito segredo em relação a isso: quanto mais renda disponível, maior o consumo, ou seja, maior a demanda. Naturalmente, se a demanda aumenta, a tendência é que os preços subam.

Se a curva de demanda agregada é descendente, sabemos que nível de preços e renda caminham em direções opostas. Existem três explicações possíveis. 

A primeira está ligada à disponibilidade de moeda. Se a disponibilidade de moeda na economia permanece constante e o nível de preços sobe, o poder de compra cai e as pessoas consomem menos. 

A segunda, está ligada à taxa de juros. Conforme os preços aumentam, famílias e empresas precisam de mais dinheiro. Porém, a disponibilidade de moeda na economia continua a mesma. Então, existe um desequilíbrio da oferta e demanda por dinheiro. O resultado é que as taxas de juros (que são, basicamente, o preço do dinheiro) aumentam.

A terceira está ligada ao comércio internacional. Com os preços nacionais aumentando, os produtos importados parecem mais atrativos, e o volume de importação cresce. Ao mesmo tempo, justamente por causa dos preços mais altos, o volume de exportação diminui. Como resultado, a balança comercial cai.

Acontece que a balança comercial é um dos elementos que compõem a renda real, o PIB. Resumindo, se os preços aumentam, o PIB diminui, relação inversamente proporcional que leva a uma curva DA decrescente.

Como Investir nos Melhores Fundos

Termo do dia

Patrimônio Líquido

O que é Patrimônio Líquido? O Patrimônio Líquido é mais um grupo que faz parte do Balancete e do Balanço Patrimonial das empresas. Esse grupo, em…

Veja outros termos