Open Nav Logo Mais Retorno

Crowdfunding

Crowdfunding
5 (100%) 1 voto[s]

O que é o crowdfunding?

Crowdfunding (também chamado em Português de financiamento coletivo) é uma forma de investimento predominantemente digital, onde diversas pessoas se unem com o objetivo de financiar um projeto.

A temática é múltipla, visto que os objetos mais comuns no crowdfunding são de diversas áreas (industrial, cultural, comercial etc.) e em diversos formatos (eventos sociais, artistas independentes, startups, pequenos negócios, iniciativas de software livre, entre outros).

Note que existe um forte apelo nos quesitos inovação e impacto social. As iniciativas de crowdfunding, em geral, são dominadas pelo interesse genuíno em transformar a sociedade e, justamente por isso, chamam a atenção do público e do seu bolso.

Os investidores do crowdfunding contam com recompensas exclusivas, desenvolvidas especificamente pela empresa beneficiada. Entre elas, brindes e prêmios ligados à marca, que satisfazem o desejo de envolvimento do doador e as chances de sucesso em campanhas futuras.


Como o crowdfunding funciona?

Talvez você já tenha participado de muitas vaquinhas ao longo da sua vida. A viagem da turma no feriado, a compra de um ingresso para um amigo que não estava em condições de bancar a ida a um evento ou a compra de alimentos para vizinhos necessitados.

Tanto faz. Não importa o motivo: não raro pessoas se unem para financiar algum projeto pessoal ou profissional.

Dessa forma, algo que se mostrava impossível de se realizar sozinho se torna possível graças à força do coletivo. Como aquelas festas em que cada um levava um tipo de comida diferente e, ao final, todos os presentes estavam bem roliços e satisfeitos.

O que as companhias de crowdfunding perceberam é que, com a chegada da internet, era possível fazer essa somatória de forças entre desconhecidos. Acreditando em uma causa em comum, eles se uniriam para financiar iniciativas nas quais acreditam.

Mais uma vez: enquanto viabilizá-las totalmente sozinhos seria impossível, no coletivo se torna possível.

O que as companhias fizeram, então, foi desenvolver a plataforma, para investidores e organizadores.

Em geral, os investidores realizam um cadastro simples ao acessar o site, semelhante aos formulários das redes sociais. Dados pessoais, dados de contato, informações de pagamento e preferências são alguns dos tópicos mais comuns.

Em seguida, o usuário seleciona os projetos que mais o interessam e, se decidido a contribuir, autoriza a transação bancária em poucos cliques.

Já o organizador tem a responsabilidade de cadastrar o projeto no site, assim como de definir as estratégias (entre elas, as recompensas) que usará para chamar a atenção do público. Especialmente no terceiro setor, as funções do angariador de fundos são muito exigidas nessa etapa.

Se o resultado for positivo, ele deve se envolver ainda na entrega das recompensas e no desenvolvimento de um relacionamento com o investidor, de modo a facilitar novos e maiores investimentos no futuro.

Em geral, a comissão cobrada pelas companhias de crowdfunding para disponibilizar a plataforma variam entre 5% e 15%, descontados diretamente do organizador.

Para que serve o crowdfunding?

A principal função do crowdfunding é se apoiar no poder de financiamento que um coletivo possui.

Veja: suponhamos que você precise de 20 mil reais para construir um novo canil, desenvolver um produto para pessoas com deficiência ou lançar um novo curta-metragem.

Enquanto juntar os 20 mil reais por conta própria pode ser difícil, se você se mostrar capaz de contactar 100 amigos e cada um se dispuser a doar 200 reais para o seu projeto, você logo alcançará o valor que precisa.

Afinal, 200 reais é um valor mais acessível do que 20 mil, concorda?

E é mais fácil que as pessoas se sintam impelidas a contribuir, pois o impacto que verão em seu orçamento pessoal é mínimo.

O crowdfunding, então, segue essa mesma lógica para conectar pessoas comuns e companhias/projetos. Enquanto um recebe o que precisa, o outro recebe as recompensas atreladas aos seus atos de responsabilidade social e ainda mantém a sua vida financeira em dia.

Todos saem ganhando, percebe? Inclusive (e principalmente) a sociedade.

Quais são as principais companhias brasileiras focadas no crowdfunding?

No Brasil, felizmente existem inúmeras plataformas ligadas ao crowdfunding. Catarse, Vakinha e Benfeitoria, por exemplo, são algumas das mais conhecidas.

Já no exterior, KickStarter e IndieGo ganham destaque no trabalho de desenvolvem.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Crowdfunding
5 (100%) 1 voto[s]
Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão