Última modificação em 9 de novembro de 2020

O que é Cota-parte?

A cota-parte é como chamamos as cotas que podem ser adquiridas de uma cooperativa. Ou seja, uma pessoa pode se associar a uma cooperativa mediante o pagamento de uma cota-parte.

Todas as cotas-parte juntas são o que compõem o capital social da cooperativa. É através desse capital que a instituição pode funcionar.

Embora possamos comparar a integralização de cotas-parte com a compra de ações, há diferenças fundamentais entre as duas coisas. Afinal, o objetivo de uma associação como essas não é gerar lucro, uma vez que todos os cooperados são “acionistas”.

Primeiramente, ao optar por integralizar uma cota-parte, a pessoa que se torna automaticamente sócia da cooperativa, isto é, se torna sócia em um negócio.

Além disso, a cota-parte pressupõe, além da participação no financiamento da cooperativa, os mesmos direitos e deveres para todos os associados.

Diferentemente de investir em uma ação, o valor pago na integralização de uma cota-parte não altera em nada o retorno para os cooperados: todos receberão os mesmos valores e benefícios independentemente de qual sua porcentagem de participação no capital social da cooperativa.

E isso é assim pelo fato de a cooperativa não ter fins lucrativos.

Como uma cota-parte funciona?

Talvez, a primeira pergunta que deve-se responder é: por que adquirir a cota-parte de uma cooperativa?

Bem, a resposta para isso é que para que possamos consumir bens e serviços de cooperativas precisamos fazer parte delas nos associando. E fazemos isso através da compra de cotas-parte.

Por exemplo, se você deseja acessar aos benefícios de uma cooperativa financeira, você terá que entrar em contato com a mesma e realizar a integralização de sua cota-parte.

Uma vez feita a integralização, você poderá ter acesso a tudo o que a cooperativa financeira oferece, como linhas de crédito, taxas diferenciadas ou outros serviços.

Isso possibilita que você ganhe não apenas ao poder consumir serviços e bens, mas também obtenha ganhos financeiros, pois o fato de a cooperativa não ser uma instituição com fins lucrativos faz com que todos os resultados obtidos a mais sejam repassados aos acionistas.

Quais são as vantagens de ter Cota-parte?

A primeira vantagem que pode ser visualizada imediatamente é o motivo pelo qual se compram cotas-parte: a aquisição de certos bens e serviços.

Isso é vantajoso pelo fato de a cooperativa oferecer produtos diferentes de outras instituições, como aquelas com fins lucrativos.

Outra vantagem é estar investindo em um negócio para você. Isso porque ao se associar, você garante a preservação e funcionamento da produção de bens e geração de serviços que serão consumidos por você e por outros associados.

A consequência imediata da manutenção do funcionamento da cooperativa é a aquisição de novos associados, uma vez que serão oferecidos bens e serviços com mais vantagens.

Assim, quanto mais cooperados, mais competitiva se torna a cooperativa e mais pessoas irão querer se associar, gerando um ciclo virtuoso para quem investe.

Que tipo de investimento é uma Cota-parte?

Uma cota-parte é considerada um investimento de longo prazo. Isso porque, em geral, o retorno financeiro desse tipo de investimento só pode ser retirado após o período que foi instituído pela cooperativa no momento da aquisição da cota.

A retirada do retorno só pode ocorrer após esse tempo pelo fato de o valor da cota-parte representar o capital social da empresa.

Se você já investe em uma cooperativa e gostaria de aumentar sua participação integralizando novas cotas-parte, o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) oferece um programa de capitalização.

O Programa de Capitalização de Cooperativas de Crédito (Procapcred) é uma linha de crédito ofertada pelo BNDES para que cooperados possam financiar novas cotas-parte.

Termo do dia

Planejamento tático

O que é planejamento tático? Planejamento tático é o tipo de planejamento, feito a nível intermediário da hierarquia de uma empresa, que busca otimizar os departamentos,…