Open Nav Logo Mais Retorno

Concorrência Perfeita

O que é uma concorrência perfeita

A concorrência perfeita, também conhecida como concorrência pura, é um conceito teórico utilizado para denominar quando um mercado possui uma grande quantidade de concorrentes e vendedores.

No entanto, a concorrência perfeita é um conceito teórico, porque isso dificilmente acontece na prática. Sendo assim, a concorrência perfeita costuma ser bastante utilizada apenas como exemplos e referencial teórico para modelos econômicos.

Em contrapartida à concorrência perfeita, existem o monopólio e o oligopólio. No primeiro caso, trata-se apenas de um vendedor que consegue escolher os preços do produto. Na segunda situação, o mercado fica concentrado em poucas empresas, trazendo a possibilidade dos preços dos produtos serem combinados.

A grande diferença da concorrência perfeita para outros tipos de mercados, é que ela visa manter o equilíbrio. Ou seja, fazendo com que uma empresa tenha a mesma quantidade de oferta e demanda.

Desta forma, este modelo de mercado traz a possibilidade de que no longo prazo, uma empresa tenham receitas que correspondem ao seu custo, evitando que ela tenha um lucro extraordinário.

Embora seja comum as pessoas associarem este tipo de mercado apenas para produtos e serviços oferecidos aos consumidores finais, ele também funciona na produção, quando uma grande quantidade de fornecedores de matérias-primas e bens de produção geram uma precificação mais justa nesse mercado.


Qual a estrutura da Concorrência Perfeita

A concorrência perfeita precisa de alguns fatores para que seja possível a sua existência.. Na prática, os principais fatores que correspondem a sua estrutura seriam:

  • Grande quantidade de vendedores e consumidores;
  • Produtos e serviços similares;
  • Permeabilidade.

Para começar, a grande quantidade de vendedores e consumidores é totalmente importante na concorrência perfeita. Isso é necessário, pois caso uma determinada empresa queira mudar o seu preço, isso não afetaria os preços na economia como um todo. Afinal, como haveria uma grande quantidade de empresas atuando nesse mercado, esta única não faria diferença.

Portanto, o principal fator na estrutura da concorrência perfeita é não existir a possibilidade de apenas um negócio distorcer o equilíbrio.

Outro fator que importante na concorrência perfeita é a permeabilidade. É necessário que o mercado esteja totalmente aberto para novas empresas no mercado, sem barreiras a entrada ou a saída de novos negócios.

Além disso, - como havíamos citado - os produtos ou serviços da concorrência perfeita precisam ser bem parecidos, trazendo a possibilidade de que os consumidores tenham a opção de adquirir outros produtos, com a mesma qualidade e o preço próximo.

Por que a Concorrência Perfeita é importante

A concorrência perfeita é utilizada hoje como uma referência no mercado e em modelos econômicos clássicos.

Sua principal característica é a satisfação dos consumidores e a ausência de lucro dos vendedores (receita marginal é igual ao custo marginal). Afinal, na concorrência perfeita, não haveria nenhum tipo de barreira para outras empresas entrarem ou saírem.

Além disso, nenhuma organização poderia ser influenciada no mercado pelo seu preço ou qualidade de produto. Isso tornaria tudo mais prático para que pequenas empresas pudessem entrar neste mercado com facilidade e aumentaria a satisfação do consumidor. Afinal, todos os produtos seriam de qualidade e manteriam o preço justo.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados