O que são commodities?

Commodity é o termo empregado para designar produtos de escala global, cujo grau baixo (ou mesmo inexistente) de industrialização permite que sejam utilizados como matéria-prima.

A palavra é originária do Inglês e significa (em tradução livre) mercadoria. Entretanto, o uso no plural (commodities) é mais comum hoje em dia.

Inicialmente, como o próprio nome indica, ela era usada apenas para nomear produtos de forma genérica.

Entretanto, com o passar do tempo, o termo evoluiu para um entendimento mais restrito e profundo do que commodities deveria verdadeiramente significar no universo do comércio.

Afinal, quais são as principais características das commodities?

As commodities se caracterizam por uma série de atributos, dentre eles a baixa industrialização e o uso como matéria-prima, que citamos logo no começo desse artigo, lembra?

Além disso, as commodities:

  • São produzidas em larga escala
  • Mesmo quando estocadas por longos períodos, não costumam perder a sua qualidade
  • Possuem qualidade e características homogêneas, ou seja, o “modo de preparo” é padronizado e a marca do fabricante não interfere muito na negociação
  • Possuem cotação global.

Quais são os tipos de commodities existentes?

As commodities costumam ser qualificadas em 4 grupos gerais. São eles:

Commodities agrícolas

Composto, basicamente, por produtos derivados do agronegócio.

No mercado brasileiro, as principais commodities agrícolas produzidas são: açúcar, algodão, café, leite, milho e soja, entre outras.

Commodities ambientais

Composto por recursos naturais, geralmente aproveitados no mercado agrícola ou industrial.

Alguns exemplos de commodities ambientais são: a água, os créditos de carbono, a geração de energia e a madeira, entre outros.

Commodities financeiras

Composto por títulos públicos e moedas com negociabilidade no mercado financeiro.

Entre elas, estão o dólar americano, o euro e o real (na categoria “moedas) e o Tesouro Direto (na categoria “títulos públicos”).

Commodities minerais

Composto por bens dos setores de energia, metais e minérios, em geral.

Por aqui, as principais commodities minerais negociadas são: o ouro e o petróleo.

Quem define o valor das commodities?

Diferentemente de outros tipos de produtos comercializados no mundo capitalista, estes investimentos não possuem um preço determinado por seu fabricante.

Estranho, né?

Enquanto em outras áreas as empresas possuem autonomia para definir seus lucros e podem precificar o produto como mais caro ou mais barato que seus concorrentes, de acordo com sua estratégia particular, o mesmo não acontece com as commodities.

Nesse caso, o que define valor de uma commodity é a lei da oferta e da procura. Se a oferta de um produto aumenta, em nível global, o preço cai. Por outro lado, se a demanda aumenta, o preço sobe também.

Isso explica o porquê das commodities serem caracterizadas como produtos cuja “a marca do fabricante não interfere muito na negociação”.

Como os itens são produzidos de forma parecida em qualquer lugar do mundo, entende-se que a padronização é necessária também na cotação.

Por isso os produtores são tão dependentes dos mercados internacionais e de eventuais recessões em outros países.

Imagine o seguinte cenário hipotético. No Brasil, há uma alta procura pela soja. Por outro lado, a oferta desse produto é muito baixa. O esperado é que, assim sendo, o valor da soja dispare no mercado, correto?

No entanto, se a nível global, a oferta for superior à demanda, o valor da soja despenca, inclusive nas negociações brasileiras internas, entende?

Sabendo disso, o investidor de sucesso entende que a orientação correta é essencial.

Dessa forma, ele pode conhecer quais são as maiores bolsas de commodities do mundo e as acompanha de maneira assertiva, atuando no mercado futuro (ambiente onde as commodities são negociadas) com segurança para maximizar os seus rendimentos.

Para aprender mais sobre o Mercado Futuro, confira o artigo que preparamos especialmente para você, que se interessou pelo investimento em commodities. Clique aqui e acesse!