Open Nav

CNPI

O que é CNPI

CNPI é uma certificação voltada a profissionais que atuam no mercado financeiro. A sigla significa Certificação Nacional do Profissional de Investimento.

Essa certificação é obrigatória para atuar como analista de valores mobiliários, por determinação da CVM. Sua intenção é oferecer maior segurança para os investidores, atestando a competência do profissional.

No Brasil, esse modelo de certificação foi introduzido pela Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais (Apimec), em parceria com a Association of Certified International Investment Analysts (ACIIA). A aplicação das provas é realizada por meio da FGV.


Categorias da CNPI

 

A certificação CNPI é dividida em três categorias: CNPI, CNPI-T e CNPI-P.

A versão CNPI é voltada a quem deseja atuar como analista fundamentalista. Para isso, é preciso ser aprovado nos testes CB e CG1. Esse profissional está apto a fazer a análise fundamentalista de ativos, isto é, observando demonstrativos financeiros e informações contextuais sobre a economia e o mercado.

A versão CNPI-T é voltada para quem deseja atuar como analista técnico. Para isso, é preciso ser aprovado nos testes CB e CT1. Esse profissional está apto a fazer a análise técnica de ativos, isto é, observando padrões gráficos.

Finalmente, a versão CNPI-P é voltada para quem deseja atuar como analista pleno, ou seja, tanto com análises fundamentalistas quanto técnicas. Para isso, é preciso ser aprovado nos testes CB, CG1 e CT1.

Pré-requisitos e provas para a CNPI

Antes de poder realizar as provas da CNPI, o candidato deve atender a um único pré-requisito: apresentar diploma de ensino superior em qualquer área, ainda que na modalidade de curso superior em tecnologia.

Cumprido esse pré-requisito, o candidato deve se inscrever para os exames conforme a categoria de certificação que pretende obter.

A prova CB verifica conhecimentos em Conteúdo Brasileiro. Ela consiste em 60 questões de múltipla escolha sobre temas gerais, como Sistema Financeiro Nacional e Conceitos Econômicos. Para realizar essa prova, o candidato tem duas horas.

A prova CG1 verifica conhecimentos em Conteúdo Global. Ela também tem 60 questões de múltipla escolha, geralmente em apenas duas áreas: Análise e Avaliação de Ações e Finanças Corporativas; Contabilidade Financeira e Análise de Relatórios Financeiros. Novamente, são duas horas para a realização da prova.

Finalmente, a prova CT1 verifica conhecimentos em Conteúdo Técnico. Assim como as demais, ela tem 60 questões de múltipla escolha, abordando temas como Teoria das Ondas de Elliot e Padrões de Candlestick. O candidato também tem duas horas para realizar essa prova.

Depois que o profissional realizar o primeiro exame, ele tem doze meses para realizar o próximo. Caso contrário, seu resultado será perdido; terá que fazer uma nova inscrição e começar de novo. Não existe ordem obrigatória para realizar as provas.

Valores e renovação da CNPI

Para se inscrever nas provas da certificação CNPI, é preciso pagar um valor que fica entre R$ 457,00 e R$ 762,00.

Para a manutenção da certificação, é preciso pagar uma taxa trimestral à Apimec, de R$ 239,00, além de realizar exames de reciclagem, o que pode custar entre R$ 375,00 e R$ 510,00. Ainda é possível fazer a manutenção obtendo créditos com atividades válidas, como reuniões presenciais de trabalho.

Além disso, quem é certificado mas não é credenciado (isto é, não exerce a atividade de analista de valores mobiliários) deve, anualmente, atualizar seus dados cadastrais e recolher a taxa correspondente. Quem não realiza esse processo de renovação no prazo, fica em situação de pendência, e não pode usar a identificação da certificação CNPI até regularizar seu status.

Os analistas licenciados, isto é, que passam por um processo especial solicitando o licenciamento da Apimec, podem ficar isentos dos pagamentos de taxas e outros requisitos de manutenção da CNPI. Esse licenciamento é válido por até três anos. Porém, quem é licenciado não pode exercer certas atividades, que são abertas apenas aos analistas credenciados.

Como Investir nos Melhores Fundos

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados