Open Nav Logo Mais Retorno

Clearing House

O que é Clearing House

Clearing House é o nome dado para Sistemas e Câmaras de Liquidação e Compensação que, como o próprio nome já diz, trata-se da liquidação e registro de títulos.

Ou seja, quando você compra um determinado título, é necessário que haja uma instituição que possa registrar essa compra e liquidá-la (efetuar a negociação de fato). A partir disso, as Cleaning House’s existem exatamente para realizar este processo.

Para que você possa entender melhor como isto funciona, vejamos um exemplo:

Suponhamos que você queira fazer uma viagem em 2023 e para isso procura formas de fazer o seu dinheiro se multiplicar. Com isto, você decide investir o seu dinheiro em um título público com data de vencimento para 2023.

Entretanto, devido um imprevisto, você precisará retirar este título antes da hora. Neste caso, é vendido este título para um outra pessoa. Mas manter todo este processo registrado se torna importante tanto para a sua segurança e da pessoa, quanto para as instituições. Sendo assim, a Clearing House, fará o registro desta compra e a liquidará.

Ou seja, ela registrará o título no nome do novo comprador e retirará o seu, garantindo a propriedade deste ativo ao novo dono.


Clearing houses no Brasil

Além disso, a Clearing House não se trata apenas de uma única instituição, uma vez que existem variados tipos de títulos.

Por isso, para que tudo funcione bem e de forma organizada, existem algumas Clearing House’s atuantes que fazem o processo de liquidação e custódia para títulos que fazem parte de um grupo específico.

Veja abaixo quais são os tipos de Clearing House’s que existem no Brasil:

Selic

A primeira é a SELIC que é muito citada no mercado financeiro. A SELIC é uma sigla que significa Sistema Especial de Liquidação e Custódia, responsável por fazer a liquidação e custódia de títulos públicos federais.

Por exemplo, uma LFT (Letra Financeira do Tesouro), é um título público. Então, neste caso, quem fará a sua liquidação será a SELIC, que por sua vez, é uma Clearing House.

Além disso, em relação ao tempo para a liquidação, a SELIC faz este processo em tempo real.

CETIP

Outra Câmara de Liquidação Brasileira é a CETIP, que significa Central de Liquidação de Títulos Privados.

Neste caso, ao invés dela fazer a liquidação para os títulos público - como no exemplo da SELIC - ela irá fazer para títulos privados.

Ou seja, se você compra um CDB, por exemplo, estará emprestando seu dinheiro para os bancos, portanto, privado. Desta forma, a câmara responsável por este registro, será a CETIP.

Diferente da SELIC, o tempo do processo de liquidação dos títulos dependerá de cada um. Há títulos que podem ser feitos em tempo real, enquanto outros podem demorar mais tempo.

BM&FBovespa

Por fim, o último tipo de Câmara de Liquidação é a BM&FBovespa que atua em ações. Desta forma, se você investir em ações, quem será responsável pelo registro das suas compras e vendas será a Bovespa.

Já o seu prazo de liquidação é maior do que as outras câmaras, levando 3 dias úteis para que uma compra/venda seja liquidada de fato.

Vale ainda destacar que 2017 a BM&FBovespa e a CETIP se fundiram, formando uma nova empresa conhecida como B3 (Brasil, Bolsa, Balcão). Dessa forma, tanto a liquidação de títulos privados de renda fixa, como de renda variável e derivativos, são de responsabilidade da mesma empresa atualmente.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão