Open Nav Logo Mais Retorno

Cheque Cruzado

O que é Cheque Cruzado?

O cheque cruzado é uma forma de preenchimento do cheque na qual a pessoa que o receberá não poderá retirar o dinheiro na boca do caixa.

Se receber um cheque com dois traços no canto superior esquerdo dele, então você estará recebendo um cheque cruzado.

Esses riscos vão lhe impedir de sacar o dinheiro na boca do caixa, portanto a única forma de conseguir receber o valor do cheque é por meio do depósito direto em sua conta.

Esse depósito pode ser feito na boca do caixa ou através do caixa eletrônico.

Para aquele que for pago com o cheque cruzado, tal procedimento pode acabar provocando uma maior lentidão no recebimento dos valores. Afinal, ele precisará ser depositado em conta e esse procedimento às vezes pode demorar de dois a três dias.

No entanto, para quem emite o cheque cruzado o procedimento é o mais seguro. Essa lentidão na liberação dos valores, permite que o emissor do cheque tenha tempo para conseguir sustar ele.

O procedimento de sustar o cheque serve para “cancelar” ele, desfazendo a negociação caso algo dê errado.


Cheque Cruzado e Nominal

Além de cruzar o cheque, a pessoa pode ainda o fazer no formato nominal. Dessa forma a segurança na transação passa a ser ainda maior.

No cheque nominal, o banco vai repassar o dinheiro apenas para a pessoa que estiver descrita nele.

Sendo assim, terceiros já teriam certa dificuldade de conseguir compensar esse tipo de cheque. É claro que, se o cheque for endossado, então não haveria problemas.

Para tornar esse procedimento ainda mais seguro e evitar o endosso, o emissor do cheque pode colocar no cheque um termo dizendo: “cheque não-à ordem”, “cheque não-transferível” ou simplesmente “proibido o endosso”.

Quando um termo desses é inserido no cheque, ele não pode ser mais endossado. Desse modo, o seu cheque se torna ainda mais seguro.

Depois disso, ainda é possível colocar as linhas no canto esquerdo do cheque, cruzando o mesmo. Assim, a pessoa que receber esse cheque não poderá fazer o resgate dele na boca do caixa.

Em resumo, ao fazer um cheque nominal e cruzado e seguir com todos esses passos, apenas quem o receber estará vinculado a ele e poderá resgatar esse dinheiro em sua conta.

Vantagens do Cheque Cruzado

O simples fato de impedir que a pessoa que receber o cheque cruzado possa realizar o saque do dinheiro na boca do caixa, dando agilidade ao processo, pode fornecer tempo mais do que suficiente para a pessoa emissora do cheque solicite seu cancelamento, caso haja a necessidade.

Além disso, é possível combinar o cheque cruzado com outras práticas para o deixar ainda mais seguro.

O cheque é um documento que pode ser adulterado com certa facilidade. Ainda mais se quem o está emitindo, não realizar o preenchimento de forma correta, evitando que números e palavras possam ser inseridos.

Muitas pessoas e empresas tem o costume de repassar os cheques, ainda mais quando o recebimento deles está pré-datado, ou seja, quando existe uma data para realizar a compensação (data mais longa como 30 ou 60 dias, por exemplo).

Desse modo, quando emitimos o cheque não há certeza de que a pessoa que o está recebendo será a mesma que irá compensá-lo.

Portanto, para evitar eventuais problemas, pode ser bom evitar que ele seja compensado por terceiros. Para garantir, faça o mesmo nominal e inclua algum termo como “cheque não-transferível”.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão