Open Nav

CDC – Crédito Direto ao Consumidor

O que é CDC - Crédito Direto ao Consumidor?

CDC - Crédito Direto ao Consumidor é uma modalidade de crédito cedido pelas instituições financeiras e empresas em geral na forma de um valor para o consumo, para a compra. Pode ser cedido de várias maneiras, como crediário e cartão de crédito.


Como funciona o CDC - Crédito Direto ao Consumidor? 

O CDC, diferentemente de outras formas de crédito, tem uma destinação específica: ser usado para compras. Ele é, portanto, um tipo de crédito de estímulo ao consumo. Sua contratação ocorre no momento da compra; não é possível contratar o CDC sem haver uma compra específica à qual ele está vinculado. 

Para entender melhor, vamos pensar em alguns exemplos. 

Suponha que Maria entra em uma loja de departamentos, onde ela vê uma televisão de 70" por R$ 10 mil.

Normalmente, Maria nunca compraria essa televisão, pois ela não tem dinheiro para pagar à vista. Porém, o vendedor lhe informa que a loja oferece um crediário, permitindo que ela compre o aparelho em 24 vezes e pague o carnê na própria loja.

Nesse caso, a loja de departamentos está cedendo crédito a Maria. É como se a própria loja emprestasse o dinheiro para o pagamento à vista da televisão e Maria devolvesse esse empréstimo durante os 24 meses seguintes.

Porém, esse empréstimo não está disponível para Maria usar como quiser – de fato, diferentemente do que aconteceria se ela fosse ao banco e pedisse um empréstimo, Maria nem chega a ver o dinheiro. Ele só pode ser usado para o consumo, para fazer compras na loja. 

Outro exemplo: Pedro entra em uma loja de roupas, onde a funcionária lhe oferece o famoso "cartão da loja" para fazer a compra de algumas peças de vestuário.

Na realidade, trata-se de um cartão de crédito, com uma bandeira que permite que ele seja utilizado em uma série de estabelecimentos, mas que garante melhores condições para compra na loja que o emitiu. Por exemplo, com um cartão comum, Pedro parcela em até 6 vezes sem juros, mas, com o cartão emitido pela loja, ele pode parcelar em até 12 vezes sem juros.

Mais uma vez, é como se a loja emprestasse o dinheiro para Pedro fazer o pagamento à vista, permitindo que ele devolva o empréstimo nos 12 meses seguintes, com uma condição atrativa (a ausência de juros).  

Porém, essa condição só está disponível para Pedro consumir produtos da loja. Se ele tentar usar seu cartão para outras finalidades – por exemplo, para comprar em outros estabelecimentos – ele não terá os mesmos benefícios.

É importante lembrar que, mesmo que Pedro adquira o cartão, ele só vai efetivamente contratar o CDC no momento em que usar esse cartão para realizar uma compra.

Como é possível notar pelos dois exemplos, o CDC - Crédito Direto ao Consumidor realmente visa incentivar o consumo.

Vimos os casos das lojas, mas as instituições financeiras também oferecem esse tipo de crédito. Quando um banco oferece um crédito específico para a compra de um carro, por exemplo, ele também está fornecendo um tipo de CDC.

Quem pode receber CDC - Crédito Direto ao Consumidor?

Não podemos esquecer que não são apenas as pessoas físicas que consomem; as pessoas jurídicas, também. Por exemplo, uma empresa precisa comprar suprimentos de escritório para suas atividades administrativas do dia a dia. Nessas compras, ela pode utilizar o cartão da loja de uma papelaria; portanto, ela está recebendo CDC.

Desta forma, apesar do Crédito Direto ao Consumidor remeter à imagem das pessoas físicas, não existe restrição para que as pessoas jurídicas recebam esse tipo de crédito. O que interessa é diferenciá-lo de outros tipos de crédito destinados às empresas, como o empréstimo de capital de giro, por exemplo.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados