Última modificação em 18 de setembro de 2020

O que é Carry Trade?

Carry Trade é uma transação financeira que consiste, basicamente, na contratação de um empréstimo a uma taxa de juros baixa e no investimento do valor obtido nesse mesmo empréstimo. Aqui, o objetivo é usar o dinheiro emprestado para aplicá-lo em um ativo financeiro que ofereça uma taxa de retorno mais alta. 

Muitos investidores experientes contraem empréstimos em uma moeda com taxa de juros baixa e lucram na conversão do valor obtido em outra moeda.

Ou seja, os rendimentos são investidos em uma segunda moeda que oferece taxa de juros mais altas. No entanto, os rendimentos também podem ser aplicados em ativos como ações, commodities, títulos diversos ou até mesmo em imóveis. É um investimento considerado especulativo. 

A curto prazo, o Carry Trade pode melhorar o possível déficit fiscal de um país. No entanto, se o ambiente financeiro mudar abruptamente e os investidores forem forçados a desfazer suas operações financeiras ou retirarem seu dinheiro do país, as consequências para a economia podem ser desastrosas. 


Como funciona o Carry Trade?

Essa é uma estratégia indicada geralmente para grandes fundos de investimentos, uma vez que os ativos podem sofrer uma queda acentuada de preços abruptamente e é necessária grande expertise para operar. Além disso, o risco cambial dessa estratégia é muito acentuado, o que faz com que um Carry Trade raramente seja coberto devido ao custo adicional envolvido na transação.

Isso quer diz que o Carry Trade só ocorre em um ambiente econômico estável e quando os operadores não se importam em correr riscos acentuados. 

Vamos a um exemplo: em 2007 o iene era uma moeda muito procurada para empréstimos, uma vez que oferecia taxas de juros muito baixas. Isso fez com que o Carry Trade envolvendo a moeda japonesa atingisse a espantosa marca de US $  1 trilhão. 

No entanto, a crise financeira de 2008 reduziu o rendimentode vários ativos, o que acabou por gerar a redução do Carry Trade do iene que subiu 29% em 2008 e se valorizou 19% em relação ao dólar estadunidense. Isso fez com que os fundos de investimentos que operavam com a moeda japonesa sofressem prejuízos bastante significativos.

Outro exemplo, agora hipotético: suponha que a libra esteja sendo vendida a uma taxa de juros de 5% e o dólar, a uma taxa de juros de 2%. Digamos que um investidor contraia um empréstimo em dólar e opere investimentos em libra — nesse caso, receberá a diferença entre as taxas de juros dessas duas moedas, que no caso é de 3%. Essa diferença pode aumentar ou diminuir com o tempo. 

Como operar no Carry Trade?

Negociação no Carry Trade exigem que o investidor utilize o Forex, mercado de câmbio de divisas que permite comprar moedas ao revender outra.

Para que a negociação seja feita de maneira correta o investidor precisa observar alguns pontos importantes, como a possibilidade de mudança repentina do câmbio - o que pode fazer com que as perdas superem os ganhos obtidos ao descontar as taxas e os juros.

Para negociar no Forex, portanto, é preciso entender os seguintes pontos:

Vale destacar mais uma vez que o Carry Trade é uma operação que envolve riscos consideráveis. Como qualquer outra estratégia de negociação, deve ser feita de maneira adequada e é preciso analisar muitos fatores macroeconômicos previamente. Embora seja tentador buscar essa estratégia para garantir o aumento do seu capital, ela não é indicada para investidores pouco experientes. 

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Evasão Fiscal

O que é evasão fiscal? A evasão fiscal ou “sonegação fiscal”, como é mais popularmente conhecida, é o ato de fraudar, adulterar, omitir ou alterar o valor…

Veja outros termos