Open Nav

Câmbio Real

O que é Câmbio Real

Câmbio Real, também chamado de Taxa de Câmbio Real, é um indicador de câmbio que leva em consideração a inflação interna e externa.

Embora não seja tão utilizado quanto a taxa de câmbio nominal, ele é considerado a melhor referência para o valor de uma moeda em relação a outra. Na prática, ele indica o poder de compra da moeda de um país em relação à moeda de outro.


Taxa de Câmbio Real x Taxa de Câmbio Nominal

 

A taxa de câmbio normalmente divulgada é a que chamamos de "câmbio nominal", que expressa o preço de uma moeda. Por exemplo, se a taxa de câmbio nominal do Real em relação ao Dólar é de R$ 4,10 sabemos que é preciso desembolsar R$ 4,10 para comprar US$ 1,00.

No entanto, o problema é que US$ 1,00 nos EUA não compra, necessariamente, as mesmas coisas que R$ 4,10 compram aqui no Brasil. Por isso, essa taxa de câmbio nominal é bastante restrita.

Enquanto isso, a taxa de câmbio real é mais útil e mais completa, porque ela expressa a relação do poder de compra entre duas moedas. Ou seja, por meio desse indicador, é possível saber qual a correspondência entre Dólar e Real para comprar as mesmas coisas nos EUA e no Brasil.

Cálculo da Taxa de Câmbio Real

Apesar do conceito parecer complexo, o cálculo da taxa de câmbio real é relativamente simples. Basta aplicar a seguinte fórmula:

CR = (CN x IE) ÷ II

Onde:

  • Cé a Taxa de Câmbio Real
  • CN é a Taxa de Câmbio Nominal
  • IE é o Inflação externa
  • II é o Inflação interna

Para entender melhor, vamos usar um exemplo. Suponha que a taxa de câmbio nominal entre Real e Dólar seja de R$ 4,10. Considere, ainda, que a inflação nos EUA seja de 2% e, no Brasil, de 4,25%.

Nesse caso, a fórmula fica assim:

C= (4,10 x 0,02) ÷ 0,0425

C= 1,93

Portanto, o câmbio real entre Real e Dólar, nesse cenário, é de R$ 1,93.

Taxa de Câmbio Real e Inflação

Algumas relações importantes podem ser observadas entre a taxa de câmbio real e a inflação, interna ou externa.

Em primeiro lugar, quanto maior a inflação interna, menor a taxa de câmbio real. Isso significa que o Real se valoriza, fazendo o preço dos produtos exportados aumentar (o que, logicamente, não é bom para a exportação) e o preço dos produtos importados cair.

Em segundo lugar, quanto maior a inflação externa, maior também a taxa de câmbio real. Isso significa que o Real se desvaloriza, fazendo o preço dos produtos exportados cair e o preço dos importados aumentar.

Taxa de Câmbio Real Efetiva

A taxa de câmbio real, como já vimos, corrige a relação entre as moedas levando em consideração a inflação, de modo que reflete o poder de compra de cada uma.

No entanto, também podemos utilizar a taxa de câmbio real efetiva, que considera mais um elemento: a participação de cada país nos fluxos das relações comerciais, isto é, nos fluxos de exportação e importação.

Taxa de Câmbio Real de Equilíbrio

A taxa de câmbio real, observada ao longo de um período mais longo, sinaliza aos agentes econômicos se é rentável produzir e investir em um certo país, em vista de sua competitividade internacional. Por isso, é desejável levar essa taxa a um certo nível e mantê-la sob controle.

Esse nível é o que chamamos de taxa de câmbio real de equilíbrio. Determinar qual seria o nível desse equilíbrio e quais variáveis podem ser utilizadas para chegar até ele é um dos debates dos especialistas em políticas monetárias cambiais.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão


Conheça também os termos relacionados