Open Nav Logo Mais Retorno

Bull Market

Avalie este post

O que é bull market?

O bull market (em tradução livre, mercado de touro) é um termo utilizado para definir um contexto financeiro em que o valor de um ativo, após um histórico coeso de sucessivas altas, tende a subir ainda mais no futuro.

Pode se referir a um título, ação, bem e, até, ao mercado financeiro como um todo.

O bull market é, sobretudo, uma onda de otimismo agindo sobre os investimentos.

Mas é importante ficar atento: nenhuma alta dura eternamente. Da mesma maneira que os preços sobem, eles caem em algum momento.

E o bear market, o seu exato oposto, está sempre à espreita.

Como o bull market funciona?

De forma pragmática, o bull market se caracteriza como a alta de 20% no preço de um ativo/mercado, atingido após uma queda anterior de também 20%.

No entanto, mais do que uma porcentagem, o bull market é um contexto de expectativa.

Os preços não apenas sobem, como, movidos pelo entusiasmo dos investidores, tendem a subir ainda mais.

A nível nacional, criam uma atmosfera propícia para o crescimento no número de empregos e no Produto Interno Bruto, maior lucratividade das empresas, queda na taxa de juros, entre outros.

Todos esses movimentos secundários se tornam, ao mesmo, a causa e a consequência do otimismo no mercado financeiro. O impulsionam e são impulsionados por ele.

A duração de um bull market pode variar de alguns meses a vários anos.

Inclusive, os Estados Unidos acabam de experienciar o que é considerado, por vários especialistas, como o maior bull market de toda a sua história.

Para se ter uma ideia, o S&P 500 obteve uma valorização de 276,03% entre 2009 (quando o bull market atual começou) e 2019.

Ou seja, quase uma década de bull market.

Quando o bull market chega ao fim?

Nós não sabemos. Da forma mais sincera possível, ninguém sabe.

Em geral, o início e o encerramento de um ciclo prolongado como esse só costuma ser apontado, com precisão, anos depois de ter começado.

Alguns especialistas afirmam que o bull market estadunidense já está em processo de encerramento. Outros, que o bull market da América Latina está começando.

Mas a confirmação dessas previsões só deve vir com o desenrolar dos meses e das operações.

Como lucrar com o bull market?

Em cenários de forte alta como os de bull market, o maior dos beneficiados é o investidor com capacidade de antecipação.

Isso porque ele consegue comprar papéis quando esses ainda estão em baixa, com preços muito inferiores aos que atingirão durante o período de bull market.

E quando a “profecia” se concretiza, identificam os melhores momentos para a venda, antes da queda que fatalmente virá.

Qual é a diferença entre bull market e bear market?

Ambos os conceitos são opostos.

Enquanto o bull market determina os ciclos de alta, o bear market (também conhecido como “mercado de urso”) determina os ciclos de baixa.

O fim de um marca o início de outro.

Qual é a origem do nome bull market?

Em uma pesquisa rápida pela internet, você deve encontrar, ao menos, 5 teorias diferentes a respeito da origem do bull market.

Do movimento ascendente de ataque dos touros às lutas medievais entre esses animais e os cães, as histórias são as mais diversificadas possíveis.

De qualquer forma, é inegável o íntimo simbolismo que relaciona o touro e às Bolsas de Valores em todo o mundo. Forte, poderoso e vorazmente focado no ataque. Exatamente como o mercado financeiro pretende ser.

Não à toa, o Charging Bull (também conhecido como o Touro de Wall Street) se tornou uma das mais icônicas obras de Nova Iorque.

 

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Avalie este post
Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão