Última modificação em 7 de dezembro de 2020

O que são Big Techs?

As big techs são grandes empresas de tecnologia que possuem impacto e presença globais, que vêm dominando o mercado nos últimos anos, como Google e Amazon.

Essas empresas se destacam por terem começado como startups antes de se tornarem gigantes e por lançarem mão de altas tecnologias e metodologias ágeis de produção para fornecerem seus produtos e serviços.

Elas têm como principal característica o uso de modelos de negócios escaláveis, que possibilitam seu crescimento acelerado a cada ano.

Esse crescimento das big techs ocorre como consequência de sua capacidade de atender a um mercado consumidor cada vez maior e mais pulverizado, dado que sua atuação é global.

Outra marca importante dessas empresas é a disrupção. Graças ao seu modelo de negócios inovador e amplo uso de tecnologias, elas são capazes de oferecer produtos e serviços totalmente “fora da caixinha” aos seus consumidores.

Por que as Big Techs crescem tanto?

O crescimento delas está fundamentalmente ligado a uma cultura empresarial baseada em um lema muito familiar às startups: “fail fast, learn faster”. Que em português é: “falhe rápido, aprenda mais rápido”.

Essa frase, criada por Eric Ries - empreendedor e autor - é o lema de grande parte das big techs de maior sucesso e amplitude mundial.

A partir de uma cultura empresarial que não vê no erro um problema, mas uma possibilidade, as big techs são capazes de promover inovação e crescer quase exponencialmente.

Errando cedo, é possível achar mais cedo não apenas a solução para o problema, mas a melhor solução. E esse é o objetivo delas: encontrar as melhores soluções.

Além disso, outro diferencial que as faz crescer é o profundo investimento em tecnologias e inovação!

Na maioria das vezes, além de essas empresas oferecerem produtos e serviços em tecnologia, elas ainda promovem pesquisas internas para inovar não apenas em seu produto ou serviço, mas inovar na forma de produzi-lo.

Com uma mentalidade que vê nos erros possibilidades de melhorias, e na pesquisa tecnológica uma forma melhor de produzir, as big tech são capazes de gerar bens e serviços escaláveis e personalizados.

Qual a importância da personalização para Big Techs?

Antes do surgimento e popularização as tecnologias digitais era comum que apenas pessoas com boas condições sociais tivessem acesso à serviços personalizados.

Hoje, graças ao avanço das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs), é possível que grande parte das pessoas possa acessá-las e consumir produtos mais personalizados.

Essa possibilidade é uma das fórmulas do sucesso de big techs, pois graças à possibilidade de usar tecnologias para saber as preferências de cada consumidor, elas podem oferecer coisas que as pessoas realmente querem comprar.

Sendo assim, a capacidade de criar produtos e serviços personalizados através de Inteligência Artificial (IA), é fundamental para o modelo de negócio de big techs.

Como cada consumidor tem demandas diferentes, se destaca a empresa que consegue fornecer algo que atenda às necessidades específicas de cada um.

O valor agregado dos produtos e serviços dessas empresas aumenta na medida em que aumenta seu investimento em personalização dos mesmos.

Qual é o impacto das Big Techs no mercado?

As big techs são empresas do futuro no presente. Ou seja, elas trazem mudanças rápidas e impactantes em um espaço de tempo tão curto que mal podemos acompanhar.

O que temos observado ultimamente é que a atuação das big techs tem alterado a configuração de diversos segmentos de mercado.

Alguns têm a teoria de que certos nichos de mercado estarão ameaçados e que correm o risco de desaparecer.

É fato que as big techs estão influenciando mudanças profundas em nossas formas de pensar, consumir e produzir. Contudo, o que a experiência atual aponta é que elas promoverão adaptações aos novos contextos e necessidades das pessoas.

Termo do dia

Iniciativa Privada

O que é Iniciativa Privada Iniciativa Privada, também conhecida como Setor Privado, é o termo usado para denominar todas as instituições e atividades que não envolvem…