Open Nav Logo Mais Retorno

Balanço de Pagamentos

Balanço de Pagamentos
5 (100%) 1 voto

O que é Balanço de Pagamento?

O Balanço de Pagamentos se refere à relação comercial que o país tem com os demais países do planeta.

Com o mundo globalizado, os países fazem cada vez mais comércio entre si, sendo que existem aqueles que vendem mais do que compram e outros que compram mais do que vendem.

O resultado dessas operações acaba formando o Balanço de Pagamentos!

Como funciona o Balanço de Pagamentos

O funcionamento é bem simples. Os dados de compras e vendas são levantados dentro do país e assim, o resultado da subtração entre os dois dados, dá o resultado do Balanço de Pagamento.

Um país que apresenta déficit no Balanço de Pagamentos é um país que compra mais do que vende no exterior.

Um país que apresenta superávit no Balanço de Pagamento convive com um cenário diferente, vende mais do que compra do exterior.

Para conseguir controlar a saída de capital (no caso do déficit) o país pode utilizar algumas “ferramentas” econômicas.

A desvalorização da própria moeda corrente é uma estratégia válida, aumento de tarifas sobre importação é outra.

Além de “proteger” o comércio interno e suas industriais, o país pode conseguir reequilibrar O Balanço de Pagamentos para algo mais próximo do superávit, ou quem sabe, alcançar o próprio superávit.

Para que serve o Balanço de Pagamentos?

O Balanço de Pagamentos serve com um termômetro econômico. Quando um país está registrando mais compras do exterior do que vendas, alguma coisa pode estar influenciando nessa movimentação econômica.

Países com a moeda muito forte podem acabar sofrendo com isso. Por exemplo, você não compraria um lápis de um país que vale o dobro do que do outro, correto? Geralmente, você acaba comprando o produto mais barato, (desde que a qualidade seja similar), correto?

Quando a moeda de um determinado país está mais forte existe uma tendência natural de que os produtos do mesmo sejam evitados, e mais países vendam para esse país, uma vez que os seus produtos possuem preços mais competitivos.

Essa movimentação pode influenciar em um aumento do desemprego do país com moeda forte. Além de outros problemas de cunho social.

Então, se esse país precisa desenvolver o próprio crescimento e não está interessada em manter uma moeda forte, a desvalorização da própria moeda pode ser uma alternativa interessante.

Vale destacar que existem países como fogem desse raciocínio. Exemplos atuais como os Estados Unidos, grande parte dos países da União Europeia, entre outros, convivem com um alto déficit na balança comercial!

Mesmo assim, esses países conseguem manter um bom nível de emprego (sendo que os Estados Unidos vem experimentando o pleno emprego).

Uma das explicações para essa “anomalia” está relacionada à confiança que outros países e investidores depositam nesses países além de outros fatores econômicos, como o grande registro de novas patentes, monopólio em determinados segmentos e fabricação de produtos de alto valor agregado.

A estrutura de uma balança de pagamentos inclui os seguintes itens:

  1. Balança corrente
    1. Balança comercial
      1. Balança de bens
      2. Balança de serviços
    2. Balança de rendimentos
    3. Transferências unilaterais correntes
  2. Balança de capital
  3. Balança financeira
    1. Investimento direto
      1. Investimento direto do país
        1. Participação no capital
        2. Empréstimo entre empresas
      2. Investimento estrangeiro direto
        1. Participação no capital
          1. Empréstimo entre empresas
    2. Investimentos em carteira
      1. Investimento do país em carteira
        1. Ações de companhias estrangeiras
        2. Títulos de renda fixa
      2. Investimento estrangeiro em carteira
        1. Ações de companhias do país
        2. Títulos de renda fixa
    3. Derivativos
      1. Ativos
      2. Passivos
    4. Outros investimentos
      1. Outros investimentos do país
      2. Outros investimentos estrangeiros
  4. Erros e Omissões
  5. Resultado da Balança de Pagamentos
  6. Conta de Capitais Compensatórios
    1. Contas de Caixa
      1. Haveres no exterior
      2. Reservas em ouro

Tipos de Balanço de Pagamentos

Existem duas formas de analisar o Balanço de Pagamentos, uma é através da movimentação de conta corrente e outra é pelo lado financeiro do negócio.

A parte referente à conta corrente se dá entre os pagamentos e recebimentos comerciais que o país tem com os outros do mundo.

Na esfera financeira, temos a relação de capital e a relação financeira. A capital se refere à transferência de patrimônio entre migrantes e imigrantes.

Por se tratar de um mundo globalizado e de fácil acesso, muitas pessoas acabam se mudando de um país para outro. Essa movimentação migratória pode influenciar na transferência patrimonial entre países. Esses dados também entram no Balanço de Pagamentos.

Por último temos a questão financeira do Balanço de Pagamentos. Aqui entra os valores que são investidos no país.

Investimentos diretos e indiretos, aplicações financeiras e demais tipos de investimentos financeiros.

As relações comerciais entre os países podem ser bem intensas. Isso acaba sendo demonstrado no Balanço de Pagamentos.

Porque o Balanço de Pagamentos?

Porque através do Balanço de Pagamentos os gestores, empreendedores e demais interessados podem ter uma grande imagem econômica do país.

Se um país está registrando superávits em sua balança comercial, isso sugere que o mesmo conta com uma moeda desvalorizada (comparado ao outros países).

Mas, como mencionamos anteriormente, existem países desenvolvidos e com alto grau de competitividade que registram déficit na balança comercial.

A leitura do Balanço de Pagamento deve ser feita de forma analítica, observando cada ponto, Segue gráfico demonstrando países considerados de economia forte, e com evoluções do Balanço de Pagamentos opostos;

Ambos os países contam com índices de desemprego baixos e estão entre os países mais desenvolvidos do mundo.

Os países que contam com déficit comercial, podem estar com uma moeda demasiadamente cara e com produtos pouco interessantes.

Em uma situação assim, é preciso realizar algumas medidas restritivas com relação à importação e até a desvalorização da moeda. Desse modo o Balanço poderá mudar de posição.

É bom destacar o seguinte: Mesmo contando com superávit ou déficit no Balanço de Pagamentos, uma economia, ou um país, não podem ser avaliados somente por meio desse aspecto.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Balanço de Pagamentos
5 (100%) 1 voto