No Brasil, qualquer dinheirinho guardado já tem destino certo: poupança. Os pais adoram criar poupança para os filhos, as famílias juntam todas as suas economias em uma poupança, os avós guardam sua aposentadoria na poupança… É poupança para todo o lado! E se nós te dissermos que poupança NÃO é um bom investimento?

Sim, você leu certo. Deixar o seu dinheiro na poupança não é um bom negócio e, na realidade, nem pode ser considerado um investimento. No post de hoje, o Yubb, seu buscador de investimentos online e gratuito, está passando pelo blog do Mais Retorno para te convencer a tirar o seu dinheiro daquele lugar tão amado pelos brasileiros. Sair da poupança pode parecer um passo absurdo na vida de muitas pessoas, mas hoje vamos te provar que é um passo necessário para você ganhar mais dinheiro.

A poupança rende 70% da SELIC mais a TR (Taxa Referencial) (se a SELIC for menor ou igual a 8,5% ao ano) e rende 0,5% mais a TR (se a SELIC for superior a 8,5% ao ano). Na prática, isso significa que ela rende muito pouco! Se a poupança rende só 70% da SELIC e, ao fazer uma busca de investimentos rápida pelo Yubb, você encontra opções que rendem mais de 100% da SELIC, já deu pra ver que existem investimentos mais rentáveis, né?

Confira os 8 motivos para você tirar o seu dinheiro da poupança e começar a aplicar em investimentos melhores (spoiler: eles são tão seguros quanto a poupança e são bem mais rentáveis!).

1. Você está perdendo dinheiro para a inflação

O conceito de inflação está ligado ao “poder de compra”, ou seja, quanto vale o seu dinheiro (se a inflação está alta, os preços vão aumentando e o seu dinheiro consegue comprar menos produtos). Ao investir o dinheiro, o objetivo MÍNIMO de qualquer investidor é superar a taxa de inflação do país. No caso da poupança, a sua rentabilidade é tão baixa que você pode acabar perdendo dinheiro para a inflação.

Um exemplo: você guardou R$ 5.000,00 para fazer uma viagem, mas desistiu e resolveu comprar só no próximo ano. Em um ano, seu dinheiro, na poupança, “rendeu” R$ 215,00, ou seja, você ficou com R$ 5.215,00. Ao ir na agência para fechar a viagem, você descobre que, agora, a mesma viagem custa R$ 5.500,00. Isso significa que a inflação reajustou o preço da viagem, mas o seu dinheiro não acompanhou o reajuste e você perdeu dinheiro!

Quer saber quanto dinheiro você está perdendo? Use a nossa calculadora de poupança!

2. Seu dinheiro só rende uma vez ao mês

Já ouviu falar no aniversário da poupança? É um conceito bem conhecido entre os brasileiros. Ao colocar uma quantia na caderneta de poupança no dia 18 de agosto, por exemplo, os rendimentos entrarão todos os meses somente no dia 18. E por que isso é tão ruim? Por dois motivos simples:

  1. O seu dinheiro só renderá uma vez ao mês. A maioria dos investimentos possui rentabilidade diária, o que traz mais “força” aos juros da rentabilidade. No caso da poupança, é somente mensal – de 30 em 30 dias.
  2. Se você precisar retirar o seu dinheiro antes do aniversário da poupança, você não terá nenhum rendimento! No exemplo que nós te demos, se você resgatar o dinheiro no dia 17 de setembro, você vai tirar exatamente a mesma quantia que colocou no início. Ou seja, seu dinheiro ficou 29 dias PARADO. Ninguém quer dinheiro parado sem rendimento, né?

3. Existem melhores opções a partir de R$ 1,00

“A poupança é prática porque posso colocar qualquer quantia”. E se nós te dissermos que existem boas opções com investimento mínimo de R$ 1,00? Não é pegadinha não! Existem alguns bancos que oferecem CDBs (Certificados de Depósito Bancário) com rentabilidades altíssimas a partir de UM REAL!

Isso é a prova de que qualquer quantia que você tem é uma boa opção para investir. Não importa se esse mês foi mais apertado e deu para juntar pouco dinheiro: a poupança nunca é um bom negócio! Mesmo se você juntar R$ 10,00, R$ 30,00 ou R$ 50,00, existem investimentos para o seu bolso e que rendem muito mais.

4. Seu dinheiro não estará “preso” em outros investimentos

“A poupança é prática porque posso resgatar meu dinheiro a qualquer momento”. Realmente, isso é verdade. Muitas pessoas deixam de aplicar o dinheiro em outros investimentos pelo medo de deixar aquele valor “preso” por muito tempo e precisar resgatá-lo em uma emergência. Esse é realmente um cuidado que deve ser tomado, mas você precisa saber que não necessariamente o seu dinheiro estará “preso” em outros investimentos.

Existe uma característica que se chama liquidez diária. Liquidez diária é a possibilidade que você tem de resgatar o dinheiro a qualquer momento e, em um dia útil, o valor estará de volta na sua conta. Alguns investimentos como CDBs, Tesouro Direto e robôs de investimento possuem liquidez diária! Isso significa que há opções de investimento mais rentáveis e que deixam o seu dinheiro livre para você resgatar quando quiser.

5. Existem opções mais seguras

“A poupança é muito segura”. Quem não tem experiência no mundo dos investimentos, tem muito medo de perder dinheiro. Se você tem medo de perder, não deveria deixar seu dinheiro na poupança, né? Afinal, vimos ali no item #01 que você acaba perdendo dinheiro para a inflação. Então a poupança não é assim tão segura quanto parece!

É possível encontrar opções super seguras e que trazem uma boa rentabilidade. O Tesouro Direto, por exemplo, rende mais que a poupança e é muito seguro. Aliás, a maioria dos economistas dizem que os títulos públicos do Tesouro são os investimentos mais seguros do Brasil! Além disso, existem opções como CDBs, LCIs, LCAs, RDBs (e muitos outros) que são garantidos pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC) e, na prática, isso significa que o seu dinheiro está protegido em caso de quebra da instituição financeira.

6. Você não está aprendendo sobre finanças

Muitas pessoas falam sobre a praticidade da poupança: “Eu já sei como usa”, “Eu já conheço”, “Eu sei como funciona”… Mas isso não é um benefício, não! Quanto mais tempo você ficar acomodado nessa situação, menos você vai aprender sobre finanças e, consequentemente, menos dinheiro você vai ganhar.

Começar a investir além da poupança é um passo muito importante para você sair de sua zona de conforto e entender mais sobre o assunto. Pode parecer complexo, mas não é necessário ser nenhum expert para investir melhor e ganhar mais dinheiro. Basta dar o primeiro passo, não ter medo e entrar nesse mundo com vontade de melhorar a sua vida financeira!

7. Poupar não é investir!

Como o próprio nome já diz, poupança não é investimento. Poupança é sinônimo de poupar! Ao economizar o seu dinheiro mês a mês, você está poupando: está guardando uma quantia para o futuro. Mas, para ter uma boa vida financeira, não é necessário só poupar. Depois de economizar/poupar o seu dinheiro, é preciso pegar esse valor e investir. Aplicar o dinheiro em oportunidades que vão fazer você ganhar da inflação e ter uma renda extra no futuro.

8. Investir em renda fixa é muito simples

Os investimentos são divididos entre renda fixa (mais seguros), renda variável e fundos de investimento (mais arriscados). Ao sair da poupança e dar o primeiro passo no mundo dos investimentos, invista seu dinheiro em renda fixa! Tesouro Direto, CDBs, LCIs e LCAs são boas opções para você começar a ganhar mais.
Fazer um investimento em renda fixa é muito simples.

Basta entrar no Yubb, escolher o investimento e abrir conta na instituição financeira. Abrir uma conta de investimentos é um processo 100% online, gratuito e rápido. Depois disso, é só tirar da poupança, transferir o seu dinheiro para a instituição e investir.

Conte para a gente: o seu dinheiro ainda fica na poupança? Conseguimos te convencer a tirá-lo de lá para investir melhor? Deixe sua experiência aqui embaixo nos comentários! =)

Compartilhe esse conteúdo com mais investidores que você deseja ajudar a conquistar Mais Retorno:

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais:

8 motivos para você sair da poupança e investir em renda fixa
5 (100%) 4 votos

Importante: As opiniões contidas nesse artigo são do autor do texto e não necessariamente refletem a opinião do Mais Retorno.