Open Nav Logo Mais Retorno

Dólar Comercial, Turismo, Paralelo e Ptax- Qual a diferença?

Por:
17/12/2018
Dólar Comercial, Turismo, Paralelo e Ptax- Qual a diferença?
5 (100%) 10 voto[s]

Final de ano e verão chegando, pensamos sempre em férias e viagens. Viajar para fora do país é sempre um desejo e uma oportunidade fantástica na vida.

E para isso precisamos comprar moedas estrangeiras do país que iremos. Mesmo assim, o dólar é a moeda aceita como convenção de trocas internacionais. Ou seja, todos países aceitam dólar.

Aqui no Brasil, temos três tipos de cotação para a moeda americana: o Dólar Comercial, Dólar Turismo e Dólar Paralelo. Mas por que essas três cotações?

Hoje vamos entender as diferenças.

Por isso, continue lendo para saber mais sobre:

Dólar Comercial

Dólar comercial

Quando lemos nos jornais ou vemos na televisão que o dólar está R$ 3,91, isso significa que para cada dólar é preciso pagar 3,91 reais.

Mas calma, essa é a cotação oficial e, assim, utilizada para transações do nosso país com o resto do mundo. É o chamado dólar comercial nesse sentido.

Apesar de sermos um país ainda fechado e eu acreditar que uma das grandes reformas é a abertura comercial (mas isso é opinião e cabe discussão para um texto futuro), temos grandes empresas que vendem para o exterior e outras que compram de outros países.

Para realizar essas transações, essas empresas utilizam a taxa de câmbio oficial do dólar. Como disse no início, o dólar é a moeda aceita internacionalmente e assim, mesmo que a empresa seja de um país que não seja os EUA, o negócio é feito em dólar.

Essa cotação do dólar nada mais é que o preço da moeda norte-americana cotada em reais e é definido, naturalmente, por oferta e demanda dela.

Se existem mais empresas demandando dólar (ou seja, está saindo mais dólar do país) a sua cotação irá subir. E o contrário é verdadeiro.

Podemos dizer a grosso modo que se importadores estão fazendo mais transações do que exportadores, o câmbio deve subir e vice-versa.

Dólar Turismo

Dólar turismo

A cotação do dólar que utilizamos para fazermos nossas viagens para a Disney ou qualquer outro país é a do Dólar Turismo.

Espera aí! Mas temos o dólar comercial já, posso comprar ele, certo?

Infelizmente isso não é verdade. Como eu disse, o dólar comercial é utilizado apenas para fazer negociações com o exterior.

Para pessoas físicas que estão utilizando o dólar para viajar, utiliza-se a cotação do dólar turismo.

Mesmo assim, o dólar comercial serve de referência para o dólar turismo. Ou seja, a cotação do dólar turismo sempre evoluirá conforme a cotação do dólar comercial.

Geralmente, o dólar turismo acrescenta algo como 10 a 15 centavos a mais do que o dólar comercial. Além disso, terá um acréscimo de 1,1% sobre o valor negociado referente ao IOF.

Assim, como falei no tópico anterior que o dólar comercial está hoje em R$ 3,91 (no dia que escrevo esse texto), o dólar turismo deve estar em R$ 4,05 e você pagará o IOF de 1,1% em cima desse valor.

No final, para adquirir dólares para viagens, você pagará R$ 4,09 (acréscimo de 1,1% em cima de R$ 4,05).

Por que existe essa diferença?

Por que existe essa diferença

Claro que desejamos pagar sempre o menor valor para qualquer coisa. Assim, natural questionarmos o porquê da diferença entre os valores do dólar comercial e do dólar turismo.

Primeiramente, isso é lei. O Banco Central institui que apenas casas de câmbio podem negociar dólar (ou qualquer moeda, na realidade) com pessoas físicas.

Você, inclusive, pode consultar essas instituições aqui.

Quando compramos o dólar turismo essas instituições registram a operação no Banco Central e você receberá um recibo com o seu CPF comprovante como você adquiriu esses valores.

As casas de câmbio, portanto, têm custos com a transação proporcionalmente maiores, porque o volume transacionado é muito menor do que em negociações de empresas importadoras e exportadoras.

Além disso, as casas de câmbio têm seus próprios custos operacionais, seja de transporte, segurança e manutenção de cofres, etc...

Além, é claro, do fato de isso ser um negócio, logo existe uma margem de lucro.

Dólar Paralelo

Dólar paralelo

Existe uma outra modalidade de dólar que é o dólar paralelo. Esse mercado é uma forma não oficial de se adquirir dólar, praticado geralmente fora das casas de câmbio e bancos. Logo, é ilegal.

O dólar paralelo muito provavelmente terá uma taxa bem mais barata que o dólar turismo e pode ficar bem próxima da cotação oficial, do dólar comercial.

O Banco Central não autoriza essa forma de adquirir dólar. É ilegal, como disse.

Ao adquirir dólar paralelo, não terá nenhuma garantia de que os dólares são verdadeiros e de que você de fato adquiriu aquela quantia. Não é o padrão, mas caso seja necessário você justificar aqueles dólares, você não conseguirá.

É claro, como disse tem a vantagem de ter um valor inferior ao dólar turismo.

Quantias pequenas dificilmente serão motivo de investigação ou questionamentos por parte das autoridades, mas nunca é recomendável operar na ilegalidade.

Dólar Ptax

Dólar Ptax

Existe ainda a Ptax, que é uma taxa calculada pelo Banco Central.

Ela é a calculado como a média das cotações de dólar comercial em 4 diferentes períodos do dia.

As janelas para cálculo da Ptax são as seguintes: 10h e 10h10; 11h e 11h10; 12h e 12h10; e 13h e 13h10. Aqui você pode consultar a Ptax de qualquer dia.

As taxas que serão usadas no cálculo são colhidas em um período de dois minutos aleatoriamente em cada um desses intervalos de 10 minutos.

Com essa aleatoriedade, o Banco Central evita que os agentes firmem um preço artificialmente.

A Ptax tem uma importância muito grande no mercado financeiro.

Os contratos de derivativos cambiais (ou seja, futuros, opções, termo) são todos liquidados com base na Ptax divulgada para o dia útil anterior. Ou seja, ela é referência para esses mercados.

Conclusão

O dólar é a moeda utilizada internacionalmente. É aceita por todos os países.

Existe a forma e cotação do dólar comercial, que é justamente a oficial, onde empresas nacionais fazem negócios com empresas internacionais.

Para nós, pessoas físicas, temos o dólar turismo, que é adquirido em casas de câmbio e embutem alguns custos. Por isso, é um pouco mais cara.

O dólar paralelo também é uma forma de adquirir dólar, mas cuidado, trata-se de um jeito não oficial e, portanto, não legal de fazer essa transação.

O que achou desse texto? Ficou alguma dúvida ou quer contribuir mais com o assunto? Comente abaixo!

Compartilhe esse conteúdo com mais investidores que você deseja ajudar obter Mais Retorno conhecendo melhor as diferentes cotações do dólar.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Dólar Comercial, Turismo, Paralelo e Ptax- Qual a diferença?
5 (100%) 10 voto[s]

Leia também:

Sobre o autor

  • Vinicius Alves
  • Economista, atuou no departamento econômico de empresas de sell side no mercado financeiro. Já foi Top-5 de projeção de inflação de curto prazo do BC.

Deixe seu comentário aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *