Open Nav Logo Mais Retorno

Como poupar dinheiro no dia-a-dia: 7 dicas rápidas!

Por:
06/06/2019
Como poupar dinheiro no dia-a-dia: 7 dicas rápidas!
5 (100%) 5 voto[s]

Se você já é um grande investidor ou está em dia com suas finanças, talvez este texto não seja pra você. Do contrário, principalmente se você for jovem, aproveite essas dicas do dia a dia e poupe mais.

Grandes mudanças na vida acabam mexendo bastante com o planejamento e controle de custos de cada um. No meu caso, depois que mudei de cidade, também acabei mudando o meu padrão de vida e minha relação com os investimentos, senti na pele os efeitos dessas transições .

Como aqui no Mais Retorno sempre pensamos que o investidor inteligente é aquele que consegue alinhar investimentos com economia, juntei nesse artigo algumas dicas que acumulei na minha trajetória. Dicas e macetes para te auxiliar a maximizar seus aportes reduzindo alguns custos que nem sabíamos que eram possíveis.

Continue lendo para aprender 7 dicas.

1. Faça seu almoço

Faça seu almoço

Por mais óbvio que possa parecer, almoçar em casa ou levar a comida pro trabalho gera uma economia gigante no final do mês. Você irá gastar, em média, menos da metade que gasta almoçando fora para comprar os alimentos necessários para o seu almoço.

Em grandes centros, almoçar fora pode custar, por dia, mais ou menos R$ 20 (levando em consideração que você não irá beber nada, se for, irá passar dos R$ 25/dia). No final das contas, você gastará, só com estes almoços, entre R$ 100 e R$ 150 por semana, totalizando, no mínimo, R$ 400 ao mês.

Se você recebe vale refeição ou alimentação, pode utilizar o restante para comprar outros alimentos que irá consumir no decorrer do dia, como iogurtes, bolachas e frutas, por exemplo.

Além do mais, restaurantes usam uma quantidade maior de sal do que o recomendado. A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda que cada pessoa consuma menos de 2 gramas de sódio por dia, por exemplo.

Amigo(a), além de economizar, preparar seu próprio almoço pode trazer benefícios à sua saúde.


2. Ande a pé, de metrô ou ônibus

Ande a pé, de metrô ou ônibus

Você não é nenhum faraó que não pode colocar os pés no chão. Deixe de frescura e faça pequenos trechos a pé. De Uber em Uber, sua fatura chega à R$ 700 no final do mês.

Não quer andar a pé? Ande de metrô ou ônibus. Por cerca de R$ 4 você percorre toda a cidade, mesmo que precise fazer baldeações (no caso dos metrôs/trens) ou trocar de ônibus (muitos não sabem, mas se você trocar de ônibus em menos de 30 minutos, é descontada apenas uma passagem).

Se você tem carro, os gastos são ainda maiores. Além do gasto com combustível, é necessário levar em conta o gasto com estacionamentos e afins.

3. Promoções? Pegue todas

Promoções? Pegue todas

3 desodorantes pelo preço de 2? Vale muito a pena. Pacote com 10 sabonetes no preço de 8? Não perca tempo.

Comumente, achamos mais caro do que levar apenas um produto ao invés de levar mais por menos. Isso acontece pela sensação de preço mais baixo, mas que no final sai muito mais caro. Sabe porque vale mais a pena levar os dez sabonetes ao invés de um só? Não tão cedo você precisará comprar de novo.

Fique atento aos dias que os supermercados que você frequenta fazem promoções. Quartas e quintas são os dias preferidos para hortifruti e os sábados para promoções em geral.

Mas, cuidado! Não compre se não precisa. Bom senso é sempre importante! Faça uma lista do que precisa comprar para não esquecer o que faltou ou comprar o que não tem necessidade.

4. Programas de fidelidade

Programas de fidelidade

Grandes comércios possuem programas de fidelidade onde, na compra de uma certa quantidade de produtos, você ganha um bônus. Muitas vezes esses bônus são em produtos do próprio comércio.

A Starbucks, por exemplo, no programa de fidelidade deles após 10 cafés, você ganha um (você economiza cerca de R$ 12!).

Grandes supermercados possuem programas onde, após você ultrapassar certo valor em compras, você pode escolher entre ganhar um vale desconto de até R$ 50 ou algum produto disponibilizado ali.

Baixe o app do seu supermercado favorito, se ele tiver, e veja! Procure, vá atrás. Existem diversas maneiras de poupar e a maioria delas estão ao seu alcance, basta um pouco de esforço.

5. Cupons de desconto

Cupons de desconto

Você gosta de fast-food? Sabia que quase todos eles possuem seu próprio app com descontos?

Você pode comprar dois hambúrgueres por menos de R$ 15 ou um sorvete que custa, em média, R$ 5 por R$ 2. Basta apenas mostrar o código para o atendente.

6. Guias de restaurantes

Guias de restaurantes

Essa é muito boa! Se você, assim como eu, gosta de frequentar lugares de alto padrão por um preço acessível, procure por guias de restaurantes na sua cidade. Eles são ótimo por dois motivos:

  • Você ganha em dobro;
  • Você visitará lugares que nem sabia que existiam e muitas vezes de alto padrão.

Em média, estes guias custam R$ 120 e geram uma economia de até R$ 5.000. Serão seus xodós! Por serem dois pratos pelo preço de um, você precisa de companhia.

Se você gosta de sair sozinho, não vale a pena (meio óbvio, né?!).

7. Cartão de crédito

Cartão de crédito

OPA!! Esse ponto é delicado. Essa dica só vale para quem é controlado mesmo.

Se você tem noção do quanto pode gastar e não vai se endividar, o cartão de crédito é um grande aliado. Com ele você ganha tempo e tempo é dinheiro.

Mas, calma. O cartão de crédito, neste caso, não é para compras parceladas e coisas do tipo, ele vai servir para os gastos do dia a dia.

Além disso, você pode ganhar milhas e pontos usando ele e isso é sempre bem vindo. Observe que interessante: Você pode ganhar dinheiro gastando dinheiro!

Mas, atenção! Se você gasta menos que o mínimo necessário para juntar milhas ou pontos, acaba saindo mais caro. Exemplo: O Rewards, programa de pontos do Nubank, custa R$ 19,00 por mês, mas só vale a pena se você gastar mais de R$ 1.600,00 no cartão deles.

Conclusão

Você não pode começar a investir se estiver endividado ou sem dinheiro. Pequenas ações do dia a dia podem ajudar você com isso.

Economizar onde é possível e guardar o que pode é o início de uma vida próspera nos investimentos. Até mesmo grandes investidores economizam em coisas básicas da vida.

Você sabia que o Luiz Barsi, um dos maiores investidores da bolsa de valores brasileira, só anda de metrô? Então, por que você não pode fazer isso também?

Nós temos aqui uma planilha de custos gratuita que pode ajudar você com isso e ela possui também um espaço dedicado aos seus investimentos. Caso queira entender mais como ela funciona, clique aqui.

Comece economizando em pequenas coisas durante seu dia e verás que, no final do mês, uma boa parte do seu salário estará lá ainda.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Como poupar dinheiro no dia-a-dia: 7 dicas rápidas!
5 (100%) 5 voto[s]

Sobre o autor

Leia também:

Deixe seu comentário aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


1 Comentários