Após crescer apenas cerca de 1,2% de 2015 para 2016, o número de pessoas físicas com investimentos na bolsa cresceu aproximadamente 10% de 2016 para 2017.

Isso é ótimo! E está muito ligado à valorização que o Ibovespa registrou em 2017.

Isso resulta num total de pouco mais de 660 mil CPF’s ativos. Parece bastante mas imagine que somos um país de 200 milhões de habitantes. Ou seja, apenas cerca de 0,5% da população investe em bolsa. Comparando com os EUA, lá mais da metade da população investe em ações e eles ainda acham pouco!

Trazendo essas estatísticas, quero dizer que o investimento em bolsa está se popularizando e ainda existe um potencial enorme de crescimento. Você, leitor do Mais Retorno, deve querer ao menos saber como investir em ações, certo?

Existem diversas formas de participar desse mercado e hoje vamos abordar algumas delas.

Por isso, continue lendo para saber mais sobre as formas de investimentos:

  1. Fundos de Investimentos em Ações
  2. ETF
  3. Robôs Traders
  4. Home Broker

Fundos de Investimentos em Ações – FIA

Fundos de Investimentos em Ações

A forma menos trabalhosa de investir em ações é via fundos de investimentos. Mas primeiro lembre-se que existem diversos tipos fundos de investimentos. Logo, não é qualquer fundo que você pode aplicar que automaticamente estará investindo em ações.

Existe uma categoria chamada fundos de investimentos em ações (desculpe a citar algo tão intuitivo, rs) e são esses fundos que deve-se colocar dinheiro para estar aplicando em ações.

Após escolher a classe “fundos de investimentos em ações”, você ainda terá que decidir sobre as subclasses que existem no universo de fundos que investem em ações. Isso diz respeito mais aos riscos e estratégias que o fundo irá adotar.

Por exemplo, existem fundos que acompanham o Ibovespa apenas. Já existem outros que investem em ações de setores específicos, empresas que costumam ter um bom pagamento de dividendos ou em small caps (empresas pequenas com potencial de crescimento).

Enfim, após escolher investir em ações via fundos de investimentos, faça uma reflexão do seu perfil e o que deseja (proteção, ganho patrimonial substancial, ganho que apenas supere renda fixa) e escolha o fundo desejado, sempre observando a relação inversa de risco x retorno.

Uma boa vantagem do investimento em fundos de ação é a tributação.

A classe de fundos de ações tem uma alíquota única de IR de 15% (diferente dos outros fundos onde a alíquota varia de 15% a 22,5%, dependendo do prazo. Para se enquadrar em 15%, é preciso que o prazo do investimento seja superior a 720 dias).

Ou seja, tem-se um grande incentivo a se investir em fundos de ações.

É sempre bom também fazer comparações dos indicadores que o fundo apresenta.

Afinal, não basta apenas ter o desejo de investir em ações mas sim investir de forma racional.

ETF – Exchange Traded Funds

Exchange Traded Funds

ETF é um tipo de investimento anda não muito conhecido no Brasil. Para se ter uma ideia eu conheci apenas há uns 3 anos(considere que sempre trabalhei no mercado financeiro).

Porém, apesar de ser uma sigla inglês e pouco conhecido, essa é uma forma simples e barata de se investir na bolsa.

ETF nada mais é do que também um fundo de investimentos. Porém eles são negociados na bolsa como qualquer ação e oscilam de preço também como qualquer outro ativo.

Uma vantagem é que o ETF, diferente do fundo normal, não tem captação nova, ou seja, não se muda a quantidade de cotas existentes. Assim, ao comprar ETFs, compra-se cotas de outros investidores.

Dessa forma, os ETFs podem ser adquiridos como qualquer outro ativo. Ou seja, é possível aplicar em ETF por quaisquer bancos e corretoras na mesma plataforma que opera ações e você compra e vende suas cotas do fundo pela bolsa e não por um sistema específico da instituição financeira que você investe.

No Brasil, ETFs costumam seguir algum índice de referência, sendo o mais conhecido obviamente o Ibovespa.

O ETF que segue o Ibovespa é o BOVA11 e é o mais conhecido e negociado ETF no Brasil. Esse ETF é gerido pela BlackRock, uma das maiores gestoras do mundo (com mais de US$ 1 trilhão em ativos sob gestão).

Assim, caso queira investir no Ibovespa, basta comprar cotas do BOVA11 (que tem taxa de administração de 0,54% a.a. atualmente). O fundo tem 64 ações em sua composição contra 67 do Ibovespa (o BOVA11 exclui as de menor peso).

Os ETFs ainda se diferenciam entre gestão ativa e passiva. A gestão passiva é a mais simples onde apenas segue-se um outro índice de referência. É fácil notar que o BOVA11, citado anteriormente, é um ETF de gestão passiva.

A maioria dos ETFs no Brasil tem gestão passiva e é isso que barateia esse tipo de investimento. Na medida que não se exige grandes esforços dos gestores, a gestão é barata e não existem taxas de performance.

A gestão ativa é mais desafiadora por outro lado, pois o gestor tem de fazer diversas análises para tomada de decisão. Esse tipo de ETF tem um desempenho completamente diferente do seu índice de referência, portanto.

A grande vantagem da ETF é que por esse investimento ser bem diversificado (afinal, investe em dezenas de ações simultaneamente), os riscos diversificáveis (não sistêmicos) são significativamente baixos e diluídos.

Destaco ainda que ao investir em ETF, você sempre terá reinvestimentos automáticos em ETF. Isso quer dizer que os dividendos que são pagos pelas empresas são diretamente reinvestidos no próprio ETF. Assim você pode ter uma maximização dos seus investimentos.

Citei o BOVA11 por ser mais conhecido e negociado, além de replicar o Ibovespa, índice de referência do mercado acionário brasileiro. No entanto, ainda existem outros ETFs que podem ser adquiridos.

Segue a lista dos ETFs do Brasil:

Nome da ETFTaxa de administraçãoCódigo de Negociação
It Now PIBB IBrX-50 Fundo de Índice0,059% a.a.PIBB11
iShares IBrX - Índice Brasil (IBrX-100) Fundo de Índice0,20% a.a.BRAX11
iShares S&P 500 Fundo de Investimento No Exterior0,24% a.a.IVVB11
It Now S&P500® TRN Fundo de Índice0,27% a.a.SPXI11
It Now Ibovespa Fundo de Índice0,30% a.a.BOVV11
iShares Índice Carbono Eficiente (ICO2) Brasil - Fundo de Índice0,38% a.a.ECOO11
It Now ISE Fundo de Índice0,40% a.a.ISUS11
CAIXA ETF Ibovespa Fundo de Índice0,50% a.a.XBOV11
It Now IDIV Fundo de Índice0,50% a.a.DIVO11
It Now IMAT Fundo de Índice0,50% a.a.MATB11
BB ETF S&P Dividendos Brasil0,50% a.a.BBSD11
It Now IGCT Fundo de Índice0,50% a.a.GOVE11
iShares Ibovespa Fundo de Índice0,54% a.a.BOVA11
It Now IFNC Fundo de Índice0,60% a.a.FIND11
iShares BM&FBOVESPA Small Cap Fundo de Índice0,69% a.a.SMAL11

Robôs Traders

Robôs Traders

Sim, imagine um robô investimento por você. Isso é possível e até barato hoje em dia.

A partir de um investimento de R$1.000,00 você já pode utilizar alguns robôs. E não é difícil ter esse acesso, basta verificar em sua corretora.

Pode parecer contraintuitivo na medida que robôs parecem ser uma sofisticação enorme, mas os mais beneficiados são justamente os pequenos investidores. Ou seja, aqueles que não possuem muita informação ou conhecimento de como investir.

Afinal os robôs fazem o trabalho todo.

Cada vez mais, o que chamamos de Machine Learning está crescendo e se tornando mais evoluído. Trata-se de algoritmos que “aprendem” com os erros.

Eles vão acumulando informação para tomar a melhor decisão, observam como os preços evoluíram e o que aconteceu na ocorrência de determinada situação. Quando essa situação se repete eles entram em operação comprando ou vendendo ações.

O ponto principal do investimento em robô é que é totalmente objetivo. Ou seja, o fator psicológico é deixado completamente de lado. Os robôs se baseiam apenas na evolução dos preços sem qualquer apego emocional.

No fim, é preciso apenas ligar o robô e deixar que ele trabalhe para você. É claro, você é quem manda e pode interromper negociações, mas o ideal não é isso.

Então, basta consultar na sua corretora pelos robôs disponíveis a se investir e deixar rolar.

Se quer saber muito mais sobre investimentos em ações, se inscreva no campo abaixo para receber muito mais informações como essa!

Home Broker

Home broker

Essa é a forma mais direta e popular de se investir em ações. Home Broker é a plataforma que cada corretora oferece para que o investidor escolha diretamente seus investimentos. O Home Broker, no fim, conecta via internet os investidores diretamente com a bolsa de valores.

Pelo Home Broker é possível dar ordens de compra e venda, além de acompanhar como essas ordens estão (executadas ou em fila) e visualizar como sua carteira está desempenhando.

Aqui não tem muito auxilio. Você é soberano, escolhe as ações a se investir e o momento adequado de comprar ou vender.

A vantagem é a liberdade e ter total poder de decisão. Mas isso vale para os dois lados: Caso você escolha bem, embolsa tudo sozinho. Caso perca, também paga tudo sem ter com quem reclamar.

Uma vantagem é que, diferente de fundos, não se paga taxa de administração ou performance.

O outro grande benefício é a isenção de IR. No Brasil, pessoas físicas que vendem até R$ 20 mil de ações em um mês são isentas de imposto de renda.

A grande desvantagem é que para investimentos pequenos, a cobrança das taxas de corretagem é por ordem executada, o que encarece os custos de se investir com pouco dinheiro.

Conclusão

Com a queda de juros e valorização do Ibovespa, investir em ações é algo que vai se tornar cada vez mais rotineiro.

Existem diversas formas para se participar desse mercado que varia com tempo, disponibilidade, custos e riscos. Conhecer todas as ferramentas permite escolher a melhor opção. E fugir do que te traz desvantagens é a melhor coisa, como acontece em pirâmides financeiras onde você arrisca, assim como em ações, mas neste caso pode perder tudo.

Hoje apresentamos como investir em ações de quatro formas distintas. Todas têm suas características, vantagens e desvantagens. Depois desse texto você pode analisar melhor e ponderar cada benefício e ônus.

Estamos sempre disponíveis para ajuda-lo da melhor forma possível e assim, se ficou com qualquer dúvida, comente aqui embaixo.

Compartilhe esse conteúdo com mais investidores que você deseja ajudar a conquistar Mais Retorno investindo de forma inteligente em ações:

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais:

Como investir em ações de 4 maneiras diferentes
4.9 (98%) 10 votos