Quem foi Walter Schloss?

Walter  J. Schloss foi um importante investidor estadunidense, reconhecido como um bem-sucedido discípulo da estratégia de Value Investing amplamente divulgada por Benjamin Graham no século passado.

Não se preocupe, pois discutiremos mais a respeito dessa estratégia ao longo deste artigo completo. Por ora, é necessário conhecer um tanto mais da trajetória de Walter Schloss, de modo a entender quais são os fundamentos para o seu sucesso e como o mesmo alcançou a notoriedade que alcançou no mercado financeiro.

Schloss nasceu em 1916, na cidade de Nova Iorque. Ali, concluiu apenas o ensino básico, de modo que não chegou sequer a cursar uma graduação. A sua porta de entrada "educacional" no mercado financeiro, por assim dizer, foi outra: o primeiro livro escrito por Graham, o renomado "Security Analysis" de 1934. Pelo que se sabe, o rapaz teria ficado obcecado pela filosofia de Graham, a ponto de pegar dinheiro emprestado com amigos para realizar o seu curso presencial.

Ao se destacar no curso, Schloss foi convidado pelo próprio a trabalhar na Graham-Newman Partnership. Saiu de lá com muito mais conhecimento, um amigo em particular (que viria a se tornar uma figura ainda mais famosa do que ele no mercado - o megainvestidor Warren Buffet) e com projeto de criar o seu próprio empreendimento.

A WJS Partnership, como podemos notar, foi nomeada como sigla do próprio nome completo de Schloss. Fundada em 1955, foi o fundo de investimentos "palco" do seu sucesso constante e coerente como gestor de fundos. Estima-se que, entre 1955 e 2003, o retorno médio anual do fundo girava em torno de 16%.

O investidor o encerrou completamente quando já tinha 87 anos. Nos últimos seguintes, ele ainda serviu com suas habilidades como tesoureiro do Freedom House, organização estadunidense de atuação global com foco na defesa dos direitos humanos.


O que é o Value Investing?

Como você já sabe, Walter Schloss era um discípulo assumido de Benjamin Graham. Além disso, juntamente com Warren Buffet, é o principal expoente "prático" do nível de sucesso que se é possível obter aplicando os conceitos por Graham estruturados e defendidos.

O Value Investing (em tradução livre, “Investimento em Valor") é o nome dado ao conjunto de fundamentos propostos por Graham, que aliam a análise fundamentalista à compra e venda de ativos com foco no longo prazo.

O principal interesse de quem se vale do Value Investing é aplicar dinheiro em ações subvalorizadas, isto é, cujos indicadores financeiros e de gestão administrativa indicam um alto potencial de valorização no decorrer do tempo. Em outras palavras, o Value Investing é amplamente focada em "barganhas", em encontrar títulos com ótimos preços antes que o interesse massivo do mercado eleve a sua cotação.

Imagine como seria comprar guarda-chuvas um dia antes de um baita temporal chegar. Agora imagine que nesse dia anterior esteja fazendo um baita sol e ninguém acredita que vá chover tão cedo.

Quem compra guarda-chuva nesse momento paga um preço bem pequeno, certo? Afinal de contas, os vendedores estão mais é querendo se ver livres do produto parado no estoque.

No dia seguinte, quando o temporal chegar, o sujeito que fez compras antecipadas pode vendê-los a um preço bem mais alto, por conta da demanda enorme e imediata.

Pessoas que, como Walter Schloss, se valem do Value Investing, fazem exatamente a mesma coisa... Mas com ações.

Ao invés de técnicas próprias de previsão do tempo, eles analisam informes e relatórios das empresas em busca de "sinais de chuva" (os tais sinais de valorização futura). Contudo, às vezes, não é de um dia para outro que o resultado aparece: pode ser que ele demore dias, meses e até anos para chegar na força predita.

Para garantir que ninguém se sentisse enganado e confiando em suas habilidades, Schloss não cobrava sequer taxa de administração em seu fundo. Para lucrar, ele se valia da taxa de performance, que garantia que sempre que os clientes obtivessem lucros acima de determinado patamar, ele ficava com 25% do valor ganho.

Descomplicando a Bolsa de Valores

Termo do dia

Backtest

O que é Backtest? Também chamado de backtesting, o backtest é um tipo de teste que se faz usando dados históricos relevantes, a fim de prever…