Open Nav Logo Mais Retorno

Outsourcing

O que é Outsourcing?

“Outsourcing” é um termo da língua inglesa e é a junção das palavras "out" (fora) e “sourcing” (fonte), ou seja, em tradução livre significa “fonte de fora” ou “fonte externa”.

O uso desse termo no mundo corporativo está, portanto, relacionado ao uso de recursos e fontes externas na resolução de problemas e questões estratégicas para uma organização. Em geral, ele é utilizado para se referir aos processos em que uma empresa terceiriza atividades-meio da sua operação ou para tratar de parcerias.

Embora a “terceirização” já seja de amplo conhecimento e uso em empresas brasileiras, é importante diferenciar os seus usos e significados daqueles que se aplicam ao “outsourcing”.


Qual a diferença do outsourcing para terceirização?

A terceirização já é uma solução amplamente empregada no mercado brasileiro. Em geral, terceiriza-se atividades que não estejam diretamente ligadas ao core brusiness (parte central de um negócio), como limpeza, transporte, logística, entre outras.

E é exatamente aí que reside a diferença entre os dois termos. Ao contrário da terceirização, o outsourcing está mais ligado a atividade centrais da empresa. Desse modo, quando esse termo é empregado, automaticamente pensa-se na utilização de mão de obra especializada voltadas à melhoria de atividades estratégicas ou áreas-chave.

Outra diferença importante reside no fato de que, nas terceirizações tradicionais a empresa contratante ainda tem um grande controle das atividades e procedimentos executados.

Já no outsourcing, a parte contratada, justamente pela expertise na área, tem mais liberdade e controle sobre as atividades e processos, visando a maximização de resultados.

Atualmente, as principais áreas alvo do outsourcing em empresas são: recursos humanos, marketing, vendas, tecnologia da informação e contabilidade.

Vantagens ligadas ao outsourcing

Confira a seguir quais são as principais vantagens ligadas à utilização de uma solução outsourcing.

Produtividade

Ao contratar um serviço de outsourcing a empresa passa a contar com serviços altamente especializados e focados exclusivamente nas atividades "terceirizadas". Desse modo, todos os problemas são resolvidos de forma muito mais rápida e precisa.

Além disso, os demais áreas da empresa também se beneficiam em virtude do aumento da qualidade das informações e serviços recebidos. Assim, é possível desempenhar sua atividade de maneira muito mais eficaz.

Redução de riscos

Contar com empresas especializadas para realizar atividades e procedimentos estratégicos reduz a exposição à riscos decorrentes da falta de expertise. Quando atividades críticas são desempenhadas por colaborados sem domínio do assunto, a empresa fica sujeita a diversos risco de infração legal e também a tomar decisões estratégicas baseadas em informações incorretas ou imprecisas.

Redução de custos

Em muitos casos, contratar uma empresa especializada ou realizar parcerias sai mais barato do que criar um setor ou departamento próprio, para realizar as mesmas atividades. Além disso, muitas vezes os trabalhos são realizados no espaço físico da empresa contratada, o que se traduz em redução do custo com hardware, licenças, energia elétrica, etc.

Desvantagens do outsourcing

Conheça, agora, algumas desvantagens ligadas ao outsourcing.

Redução do controle

Como mencionado anteriormente, em alguns casos, optar pelo outsourcing significa uma certa perda no controle sobre alguns processos. No caso do marketing, por exemplo, algumas escolhas e estratégias serão traçadas pela empresa contratada ou parceira. Por isso, o melhor é que algumas definições sobre controle e estratégias sejam especificadas em contrato.

Culturas diferentes

Existem casos em que a equipe de outsourcing executa suas funções nas dependências da empresa contratante. Apesar disso, esses funcionários continuam seguindo as normas, políticas e a cultura da empresa contratada.

Em alguns casos, isso pode gerar conflitos que precisam ser corretamente gerenciados para não gerar descontentamento de nenhuma das partes.

Confidencialidade e segurança

Ao delegar atividades estratégicas à outras empresas, sempre há o risco de ter a segurança e a confidencialidade de informações importantes afetadas. Afinal, a organização parceira precisará ter acesso a dados, muitas vezes sigilosos, para conduzir seu trabalho. Quanto a isso, vale tomar a precaução de contratar empresas reconhecidamente idôneas e, adicionalmente, contemplar cláusulas de confidencialidade no contrato de prestação de serviço.

Avalie esse texto e nos ajude a melhorar cada vez mais.

Nos ajude a melhorar o conteúdo desse texto! Envie um complemento ou correção por aqui para deixar esse conteúdo ainda melhor. Seu nome pode ser citado como revisor desse conteúdo com a sua permissão! ;)

Envie sua sugestão